Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 22 de abril de 2016

100 livros infantis com meninas negras

055/100 Cadarços desamarradosAutora: Madu CostaIlustrador: Rubem FilhoEditora: Mazza
Tudo na menina Mariana é leveza. É assim porque ela quer e sua vontade é
 poderosa. Ela viaja no próprio nome e nas nuvens. Afrouxa o nó dos 
cadarços para os pés ficarem livres. Como se o pensamento estivesse 
atado a eles. E será que não está? A mãe e a professora insistem para 
que ela aperte os nós dos sapatos. “Você vai tropeçar e cair”, falam, 
advertindo a menina. A contragosto, ela até cede, mas o pensamento… 
este Mariana mantém livre e solto. Onde encontrar: InaLivros

055/100 Cadarços desamarrados

Autora: Madu Costa
Ilustrador: Rubem Filho
Editora: Mazza
Tudo na menina Mariana é leveza. É assim porque ela quer e sua vontade é poderosa. Ela viaja no próprio nome e nas nuvens. Afrouxa o nó dos cadarços para os pés ficarem livres. Como se o pensamento estivesse atado a eles. E será que não está? A mãe e a professora insistem para que ela aperte os nós dos sapatos. “Você vai tropeçar e cair”, falam, advertindo a menina. A contragosto, ela até cede, mas o pensamento… este Mariana mantém livre e solto. 
Onde encontrar: InaLivros
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta inalivros editoraparceira
 
 
054/100 Amanhecer, EsmeraldaAutor: FerrezIlustração: 
Rafael Antón Editora: DsopManhã é uma menina pobre e sonhadora, como tantas que
 moram nos bairros periféricos das grandes cidades. Sua família é tão 
carente que às vezes lhes falta o básico, o pão de cada dia.Mas mesmo diante dos infortúnios há sempre um novo amanhã, e naquela 
sexta feira, o dia preferido das crianças que estudam, Manhã ganha um 
presente especial que muda sua percepção do mundo e de si mesma.

054/100 Amanhecer, Esmeralda

Autor: Ferrez
IlustraçãoRafael Antón 
Editora: Dsop
Manhã é uma menina pobre e sonhadora, como tantas que moram nos bairros periféricos das grandes cidades. Sua família é tão carente que às vezes lhes falta o básico, o pão de cada dia.
Mas mesmo diante dos infortúnios há sempre um novo amanhã, e naquela sexta feira, o dia preferido das crianças que estudam, Manhã ganha um presente especial que muda sua percepção do mundo e de si mesma.
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta
053/100 Dandara e a princesa perdidaAutora: Maíra SuertegarayIlustradora: Carla PillaEditora: ComPasso
Por que não existem princesas negras?
Onde estão as princesas como eu?
Dandara estava encucada. A resposta da mãe era complicada e a da vovó 
também não convencia.
Em meio a tantas perguntas alguém apareceu… alguém que iria mudar para
 sempre o mundo da Dandara. 
Era uma menina diferente. Tinha cabelo curtinho, roupa com estampa 
colorida e lindas joias. Sua pele era marrom, um marrom escuro da cor do
 café, e seus olhos brilhantes como as pérolas negras do colar da bisa.
Quem será esta menina?
Vamos desvendar esta história? Uma história que parte dessa ausência de princesas negras no cotidiano para resgatar as histórias das princesas africanas.

053/100 Dandara e a princesa perdida

Autora: Maíra Suertegaray
Ilustradora: Carla Pilla
Editora: ComPasso
Por que não existem princesas negras? Onde estão as princesas como eu? Dandara estava encucada. A resposta da mãe era complicada e a da vovó também não convencia. Em meio a tantas perguntas alguém apareceu… alguém que iria mudar para sempre o mundo da Dandara. Era uma menina diferente. Tinha cabelo curtinho, roupa com estampa colorida e lindas joias. Sua pele era marrom, um marrom escuro da cor do café, e seus olhos brilhantes como as pérolas negras do colar da bisa. Quem será esta menina? Vamos desvendar esta história? 
Uma história que parte dessa ausência de princesas negras no cotidiano para resgatar as histórias das princesas africanas. 
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta autoraparceira
052/100 Bia na EuropaAutor: Ricardo Dreguer
Ilustradores: Avelino Guedes e Rogério Borges

Editora: ModernaMais um livro da série Viagens da Bia, neste volume, menina Bia, de  ascendência  africana,  acompanha  novamente  sua  mãe diplomata em  suas  viagens.  Dessa  vez,  a  mãe  vai  ficar um ano na Itália, a trabalho. As duas aproveitam a oportunidade para conhecer outros países da Europa,  como  Espanha  e  Portugal. Esse  é  o  ponto  de partida para o leitor conhecer diversas particularidades  da  vida  dos  países  europeus  e  também  descobrir muitos traços da origem de nossa vida cultural, como a alimentação, a língua, a religiosidade, as festas e as tradições.  De  volta  ao  Brasil,  Bia  sente  saudade  de  tudo  aquilo  que  conheceu  e  vivenciou  e  percebe  como  seu conhecimento de mundo foi ampliado.

052/100 Bia na Europa

Autor: Ricardo Dreguer
Ilustradores: Avelino Guedes e Rogério Borges 
Editora: Moderna
Mais um livro da série Viagens da Bia, neste volume, menina Bia, de  ascendência  africana,  acompanha  novamente  sua  mãe diplomata em  suas  viagens.  Dessa  vez,  a  mãe  vai  ficar um ano na Itália, a trabalho. As duas aproveitam a oportunidade para conhecer outros países da Europa,  como  Espanha  e  Portugal. Esse  é  o  ponto  de partida para o leitor conhecer diversas particularidades  da  vida  dos  países  europeus  e  também  descobrir muitos traços da origem de nossa vida cultural, como a alimentação, a língua, a religiosidade, as festas e as tradições.  De  volta  ao  Brasil,  Bia  sente  saudade  de  tudo  aquilo  que  conheceu  e  vivenciou  e  percebe  como  seu conhecimento de mundo foi ampliado. 
meninas+negras 100meninasnegras amaepreta
051/100 Os tesouros de MonifaAutora: Sonia RosaIlustradora: RosinhaEditora: Brinque-Book
Os Tesouros de Monifa fala do encontro de uma brasileirinha negra com sua tataravó, Monifa, que chegou aqui de lá do outro
 lado do oceano, em um navio negreiro. Mesmo escravizada, aprendeu a 
escrever e, por meio das letras que aprendeu, deixou “Para os meus 
filhos e os filhos dos meus filhos!” o maior de todos os tesouros que 
alguém pode herdar. Passado de geração em geração, chega o dia desse 
tesouro ir para as mãos da garotinha, que se encanta e emociona muito ao
 receber tamanha preciosidade e, com ela, descobrir a vida da sua 
tataravó e as suas próprias raízes. Um livro que fala de ancestralidade e que resgata a nossa identidade africana de uma maneira lúdica e emocionante, muito gostoso de ler e muito significativo para nós, negros, que ainda buscamos reconstruir nossos vínculos com nossa ancestralidade.

051/100 Os tesouros de Monifa

Autora: Sonia Rosa
Ilustradora: Rosinha
Editora: Brinque-Book
Os Tesouros de Monifa fala do encontro de uma brasileirinha negra com sua tataravó, Monifa, que chegou aqui de lá do outro lado do oceano, em um navio negreiro. Mesmo escravizada, aprendeu a escrever e, por meio das letras que aprendeu, deixou “Para os meus filhos e os filhos dos meus filhos!” o maior de todos os tesouros que alguém pode herdar. Passado de geração em geração, chega o dia desse tesouro ir para as mãos da garotinha, que se encanta e emociona muito ao receber tamanha preciosidade e, com ela, descobrir a vida da sua tataravó e as suas próprias raízes.
Um livro que fala de ancestralidade e que resgata a nossa identidade africana de uma maneira lúdica e emocionante, muito gostoso de ler e muito significativo para nós, negros, que ainda buscamos reconstruir nossos vínculos com nossa ancestralidade. 
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta editoraparceira
050/100 Os mil cabelos de RitinhaAutora: paloma MonteiroIlustrador: Daniel GnattaliEditora: Semente Editorial
Esta história começa porque certa vez uma menininha, de frente para o espelho, se perguntou: ” O mesmo penteado todo dia? não!” A história de Ritinha nos mostra que o cabelo crespo oferece inúmeras possibilidades de ser penteado, e não tem nada de “difícil” ou “feio” como dizem por aí. Os mil cabelos de Ritinha é uma história que eleva a autoestima das meninas negras e nos presenteia com um texto ritmado, poético e encantador. Onde encontrar: InaLivros

050/100 Os mil cabelos de Ritinha

Autora: paloma Monteiro
Ilustrador: Daniel Gnattali
Editora: Semente Editorial
Esta história começa porque certa vez uma menininha, de frente para o espelho, se perguntou: ” O mesmo penteado todo dia? não!” A história de Ritinha nos mostra que o cabelo crespo oferece inúmeras possibilidades de ser penteado, e não tem nada de “difícil” ou “feio” como dizem por aí. 
Os mil cabelos de Ritinha é uma história que eleva a autoestima das meninas negras e nos presenteia com um texto ritmado, poético e encantador. 
Onde encontrar: InaLivros
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta inalivros
049/100 Bruna e a galinha de AngolaAutora: Gercilga de AlmeidaIlustradora: Valéria SaraivaEditora: PallasA partir do panô com a imagem de uma galinha da angola que sua avó trouxe de África, Bruna aprende sobre as raízes negras do Brasil e sobre tradições africanas. Onde encontrar: InaLivros

049/100 Bruna e a galinha de Angola

Autora: Gercilga de Almeida
Ilustradora: Valéria Saraiva
Editora: Pallas
A partir do panô com a imagem de uma galinha da angola que sua avó trouxe de África, Bruna aprende sobre as raízes negras do Brasil e sobre tradições africanas. 

Onde encontrar: InaLivros
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta inalivros
048/100 Aminata, a tagarelaAutora e Ilustradora: MatéEditora: Brinque-books
Em Aminata, a tagarela, a pequena Aminata, filha caçula do tecelão 
Amadu, quer saber por que não pode aprender a tecer. A resposta está nas
 lendas e nos provérbios do seu povo. Graças à avó Nakuntê, ela encontra
 um novo talento e compreende que, no mundo Bamana, os homens tecem 
palavras e as mulheres pintam segredos. Um enredo cheio de belas 
surpresas (como a história de Djoliba, o grande rio Níger) e com um 
final emocionante. O livro é um verdadeiro mergulho na cultura Mali, e nos possibilita pensar a África sob o ponto de vista das artes e da tradição oral.

048/100 Aminata, a tagarela

Autora e Ilustradora: Maté
Editora: Brinque-books
Em Aminata, a tagarela, a pequena Aminata, filha caçula do tecelão Amadu, quer saber por que não pode aprender a tecer. A resposta está nas lendas e nos provérbios do seu povo. Graças à avó Nakuntê, ela encontra um novo talento e compreende que, no mundo Bamana, os homens tecem palavras e as mulheres pintam segredos. Um enredo cheio de belas surpresas (como a história de Djoliba, o grande rio Níger) e com um final emocionante. 
O livro é um verdadeiro mergulho na cultura Mali, e nos possibilita pensar a África sob o ponto de vista das artes e da tradição oral. 
100meninasnegras meninasnegras amaepreta
047/100 Luana e as sementes de ZumbiAutores: Aroldo Macedo e Oswaldo FaustinoIlustrador: Mingo de SouzaEditora: FTDLuana acorda no meio da noite com um barulho que só depois identifica
 ser o som dos tambores que a chamam de “esperança de Palmares”, 
“esperança das sementes de Zumbi”. Sabendo que Cafindé, lugar onde mora,
 é um remanescente de quilombo, ela toca seu berimbau mágico e se 
transporta para Palmares, à época em que era liderado por Zumbi.Encontra primeiro o escravo Expedito, que teme os castigos do 
capitão-do-mato. Depois encontra Benden, um amigo muito corajoso que a 
leva até Palmares e seu líder. No quilombo, ouve histórias sobre seus 
antepassados, conhece a rotina de seus habitantes e recebe de Zumbi 
sementes que devem ser cultivadas para que o sonho da liberdade nunca se
 perca.

047/100 Luana e as sementes de Zumbi

Autores: Aroldo Macedo e Oswaldo Faustino
Ilustrador: Mingo de Souza
Editora: FTD
Luana acorda no meio da noite com um barulho que só depois identifica ser o som dos tambores que a chamam de “esperança de Palmares”, “esperança das sementes de Zumbi”. Sabendo que Cafindé, lugar onde mora, é um remanescente de quilombo, ela toca seu berimbau mágico e se transporta para Palmares, à época em que era liderado por Zumbi.
Encontra primeiro o escravo Expedito, que teme os castigos do capitão-do-mato. Depois encontra Benden, um amigo muito corajoso que a leva até Palmares e seu líder. No quilombo, ouve histórias sobre seus antepassados, conhece a rotina de seus habitantes e recebe de Zumbi sementes que devem ser cultivadas para que o sonho da liberdade nunca se perca.
meninasnegras 100meninasnegras amaepreta
046/100 Zacimba Gaba: a princesa guerreiraAutora: Noélia MirandaIlustrador: Gió
Nessa história, Zacimba Gaba, uma princesa africana que veio escravizada
 pro Brasil, ajuda seus amigos a fugirem do cativeiro e alcançar a 
liberdade. 

Um livro que fala de luta e resistência da população negra. Onde encontrar: InaLivros

046/100 Zacimba Gaba: a princesa guerreira

Autora: Noélia Miranda
Ilustrador: Gió
Nessa história, Zacimba Gaba, uma princesa africana que veio escravizada pro Brasil, ajuda seus amigos a fugirem do cativeiro e alcançar a liberdade.  Um livro que fala de luta e resistência da população negra. 
Onde encontrar: InaLivros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.