Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sábado, 4 de abril de 2015

FutRio - Com gols no segundo tempo, Bangu bate Cabofriense e ainda sonha com Série D


O Bangu fez sua parte para seguir com chances de classificação para a Série D do Campeonato Brasileiro ao bater, neste sábado (4), a Cabofriense pelo placar de 3 a 0, chegando aos 22 pontos ganhos no Estadual e deixando o Tricolor Praiano ainda ameaçado de rebaixamento. Almir (duas vezes) e Bruno Luiz marcaram para o Alvirrubro, que deixará para a última rodada do Estadual para saber se avança ao campeonato nacional, disputa que tem com o Volta Redonda.
A primeira etapa foi pouco pródiga em emoções, mas a primeira chegada foi do Bangu, quando Bruno Luiz cortou a zaga adversária e chutou forte, mas por cima do gol apenas. A Cabofriense cercava a grande área banguense, mas sem criar grandes oportunidades. A bem da verdade, a etapa inicial ficou marcada mais por algumas pixotadas, como uma furada de Magno em tentativa de chute de longa distância.

Com o equilíbrio ditando o ritmo do jogo, a Cabofriense buscava chegar nos lances de contra-ataque, sobretudo com Marco Aurélio na velocidade, mas o zagueiro Sérgio Raphael estava sempre bem na sobra e antecipava-se ao ataque rival. Já o time da casa arriscava os lances de bola parada, sempre com Almir, mas sem sucesso. Sem emoção, o primeiro tempo terminou sem gols.

Na segunda etapa, o Bangu achou os espaços que não tinha encontrando antes do intervalo. E, logo aos três minutos, fez o primeiro gol. Ives roubou bola pelo meio e lançou Matheus Pimenta em profundidade, o atacante cruzou e Almir mandou para a rede, no canto esquerdo de Rafael, abrindo o marcador: 1 a 0.

E o Bangu queria mais. Sem parar de atacar, chegou ao segundo gol depois de alguns instantes. Em mais uma triangulação, Almir lançou na área para Matheus Pimenta, que se esticou todo na segunda trave e cruzou novamente, na pequena área, para que Bruno Luiz desviasse e fizesse o segundo gol. Àquela altura, a missão da Cabofriense já estava mais do que complicada.

Com Arthur Faria e Kaká Mendes, o Tricolor Praiano ainda tentou ir para cima e arriscou algumas finalizações em gol, mas sem conseguir fazer o goleiro Marcio trabalhar de maneira efetiva, a não ser em algumas saídas de gol. O Bangu era melhor, tinha mais posse de bola e volume de jogo, e conseguiu matar a partida aos 29, quando Almir recebeu na área após toque por elevação de Pimenta: sem titubear, teve calma para colocar a bola no canto direito e marcr o terceiro.

Ainda houve tempo para Igor Alves fazer a vitória virar goleada, mas seu chute foi bem defendido por Rafael, à queima-roupa, em grande intervenção. Mas não tinha jeito, a vitória era mesmo banguense, que viu sua torcida comemorar em Moça Bonita e ainda sonha com a vaga na Série D do Brasileiro.


A partida
Bangu 3x0 Cabofriense - Campeonato Carioca, 14ª rodada - 4/4/2015 às 15h30

Estádio de Moça Bonita (Rio de Janeiro - RJ)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Paulo Vitor Paladino Carneiro

Bangu: Marcio; Iago Soares, Sérgio Raphael, Rafael Sales e Guilherme; Ives, Magno (Anderson Penna 30'/2ºT). Raphael Augusto (Igor Alves 27'/2ºT) e Almir; Matheus Pimenta (Wendel 39'/2ºT) e Bruno Luiz. Técnico: Mario Marques.

Cabofriense: Rafael; Lenon, Victor Silva, Vladimir e Leandro; Hiroshi, Éverton, Marco Aurélio (Leandro Souza 27'/2ºT), Marcinho (Kaká Mendes 27'/2ºT) e Gerson (Arthur 7'/2ºT); Jones. Técnico: Edson Souza;

Cartões amarelos: Sérgio Raphael, Guilherme, Matheus Pimenta (BAN); Victor Silva, Vladimir (CAB)

Gols: Almir, 3'/2ºT (1-0); Bruno Luiz, 7'/2ºT (2-0); Almir, 29'/2ºT (3-0)

Renda e público: não disponíveis


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.