Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

CPI DA ALERJ ENCONTRA SANTA CASA EM ESTADO INSALUBRE

Setor de internação quase totalmente fechado e enfermaria funcionando parcialmente. Esse foi o quadro encontrado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que investiga a Santa Casa de Misericórdia durante vistoria realizada na unidade, nesta quinta-feira (28/11). O presidente da CPI, deputado Domingos Brazão (PMDB), classificou como lamentável a situação. O local foi interditado pela Vigilância Sanitária no dia 9 de outubro ainda apresenta áreas insalubres.
“Hoje foi o primeiro passo da comissão e depois de verificar as condições da Santa Casa vamos convidar funcionários e pessoas envolvidas com a instituição para saber o que aconteceu com o patrimônio da Santa Casa. A instituição atendia 30 mil pessoas antes da intervenção. Já há uma carência enorme de atendimento de saúde no estado, e a Santa Casa parada não contribui para melhorar esse atendimento. Precisamos identificar o que está acontecendo e o que pode ser feito para reverter esse caso”, disse o parlamentar.
A comissão foi recebida pelo mordomo e chefe da enfermaria de Cirurgia Plástica, Francesco Mazzan. Ele explicou que das 41 enfermarias, 11 já foram reabertas e que os serviços de radiologia, ressonância magnética, dermatologia, psiquiatria, o laboratório central e o banco de sangue estão em funcionamento. “A gente está sofrendo visitações periódicas da Vigilância Sanitária em todos os serviços que ainda não foram liberados. Conforme a vistoria, eles fazem as exigências necessárias para adequação e, estando o serviço em conformidade com a legislação, é liberado”, explicou.
O setor de internação do hospital ainda está completamente interditado. Segundo Francesco, serão necessárias grandes mudanças para que o espaço cumpra as normas da Vigilância. “Uma central de esterilização, uma lavanderia e um local adequado para a preparação e alimentação dos pacientes e funcionários, são algumas das exigências. Estamos providenciando os contratos de terceirização, e vai demorar um pouco mais para ser resolvido”, disse.
Em dezembro do ano passado, o hospital foi descredenciado do SUS pela Secretaria Municipal de Saúde. Serviços insatisfatórios de nutrição, lavanderia, limpeza e instalações físicas inadequadas foram as alegações. Segundo Mazzan, esse credenciamento só retorna se todas as exigências feitas pela Vigilância Sanitária forem atendidas. “Mesmo depois do cancelamento do contrato com o SUS a Santa Casa continuou prestando serviço de gratuidade para as pessoas carentes, o número foi reduzido, mas o atendimento continuou”, lembrou Francesco.
Os deputados Fábio Silva (PMDB), Armando José (PSB), Dica (PSD) e Ricardo Abrão (PDT) também participaram da vistoria.
(texto de Vanessa Schumacker)



Pedro Motta Lima
Diretoria de Comunicação Social da Alerj
(21) 2588-1627 / 2588-1404
(21) 98681-0303

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.