Música

Arquivo do blog

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

Vídeos

Notícias principais - Google Notícias


sábado, 31 de julho de 2010

Confira na Rádio Campinarte: Especial / Professor Abelha


Duque de Caxias / O melhor amigo do homem também é terapeuta

Há quem diga que o cão é o melhor amigo do homem, outros dizem que é um excelente guardião. Mas em Capivari, Duque de Caxias, eles são muito mais. No Asilo Getsemani, poodles, boxers e boder collies, são usados como ferramentas para que os idosos mais teimosos não percebam que estão praticando exercícios físicos. É uma maneira lúdica que o pessoal do projeto Pêlo Próximo encontrou para transformar a fisioterapia em algo bem divertido.
Comovidos com a carência do local, eles resolveram lançar uma companha solidária e já arrecadaram três TVs, uma cadeira de rodas e um assento higiênico. Mas o Asilo ainda precisa de fraldas, agasalhos e material de limpeza. Os donativos podem ser encaminhados para a Avenida Marquês de Barbosa 88, em Capivari, Caxias.
Leia mais sobre essa história, no Caderno Baixada deste sábado, nos jornais O Globo e Extra.

Duque de Caxias / Caminhão colide com trem próximo a Reduc

POR MARCELLO VICTOR / Rio - Um caminhão-tanque colidiu com um trem de passageiros da SuperVia na madrugada deste sábado, em uma passagem de nível próxima a Reduc, no distrito de Campos Elíseos, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. O motorista do veículo tentou atravessar a linha férrea e acabou sendo atingido pela composição.
Ele teria afirmado para seguranças da concessionária que fugia de um assalto. De acordo com bombeiros da região, a corporação não foi acionada para o atendimento de feridos. Reboques foram utilizados para retirar o caminhão-tanque, que estava sem combustível.

Não percam na próxima segunda-feira aqui no Observatório Comunitário a volta da seção Campinarte de Volta no Tempo


Ficou decidido que toda segunda-feira teremos aqui no Observatório Comunitário a publicação da seção Campinarte de Volta no Tempo com os nossos recortes – Pedacinhos de informações [variadas] recheados de curiosidades - Meio ambiente, saúde, religião, moda e muito mais...
Mergulhamos fundo em nosso riquíssimo acervo e preparamos uma seção que vai além da saudade, além da memória, além de um simples resgate, além da informação, além da imagem....
A novidade desta feita é que só publicaremos [recortes] do Campinarte Dicas e Fatos, o nosso jornal impresso. Mais um trabalho de pesquisa da equipe Campinarte dirigida por Huayrãn Ribeiro.

Confira a lista completa dos 35 deputados com mais faltas

Levantamento inédito do iG revela que 35 parlamentares poderiam ter tido os mandatos cassados por faltarem a um terço das reuniões ordinárias da Câmara dos Deputados, em pelo menos uma das três últimas sessões legislativas. Tiveram, porém, as ausências abonadas pela Mesa Diretora, que acolheu as respectivas justificativas.
Juntos, esses parlamentares apresentaram, entre 2007 e 2009, 1.402 justificativas - a maior parte delas referente a licenças médicas ou missões político-partidárias. Conheça abaixo a relação completa dos 35 deputados que mais faltaram sessões ordinárias no período:

Fibra de herói de guerra abre caminho para bossa nova


“Por que gravam cantores resfriados?”, perguntou o gerente de vendas diante dos representantes da Odeon. Na vitrola, o primeiro disco de um desconhecido João Gilberto, finalizado em 31 de julho de 1958. Nem esperou Chega de Saudade terminar. Tirou o disco e estraçalhou na quina da mesa:
“Então, é esta a merda que o Rio nos manda?”
A aprovação do paulista Álvaro Ramos era essencial. Dele partia a ordem para que os vendedores das Lojas Assumpção, maior rede de discos do País, acionassem táticas capazes de vender bem qualquer coisa. Mas os funcionários da gravadora não desistiram. Sem saber ao certo as conseqüências do ato, arranjaram uma visita do cantor à casa do gerente. João tocou Fibra de Herói, do maestro Guerra Peixe. Quatro vezes. E Álvaro gostou. Naquele ano Chega de Saudade foi recordista de vendas nas Lojas Assumpção. Primeiro sucesso da Bossa Nova.

João Rocha

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Cinema / Uma noite em 67

Final do III Festival de Música Popular Brasileira da TV Record. Nomes fundamentais da MPB se reúnem no mesmo palco para competir entre si com canções que se tornariam emblemáticas, mas que, naquele momento, eram inéditas.
Entre os finalistas, estavam Chico Buarque e MPB 4, com "Roda Viva"; Caetano Veloso, com "Alegria, Alegria"; Gilberto Gil e os Mutantes, com "Domingo no Parque"; Roberto Carlos, com "Maria, Carnaval e Cinzas"; Edu Lobo, com "Ponteio"; e Sérgio Ricardo, com "Beto Bom de Bola".
O documentário "Uma Noite em 67" mostra os elementos que transformaram aquela noite em um evento único: o clímax da produção musical dos anos 60 no Brasil.


Ficha do Filme

Diretor: Renato Terra, Ricardo Calil
Elenco: Depoimentos de: Chico Buarque, Caetano Veloso, Zuza Homem de Melo, Paulo Machado de Carvalho, Roberto Carlos, Gilberto Gil, Edu Lobo, Sérgio Ricardo, Sérgio Cabral, Solano Ribeiro, MPB4.
Duração: 85 min.
Ano: 2010
País: Brasil
Gênero: Documentário
Classificação: Livre

Há sempre um oásis no deserto...

A Lei Moral de Deus ou trinta dinheiros?: "Acima a ganância, abaixo a Lei Moral de Deus, e também a Lei Moral da terra, juntando toda e qualquer tipo de lei Moral fica muito abaixo da..."

Há sempre um oásis no deserto...

Sem a Lei Moral de Deus a Igreja cresce ou incha?: "Esta é uma boa pergunta. Atualmente o chamado “povo de Deus” por conta da apostasia que campeia por toda parte não sabe mais discernir absol..."

Há sempre um oásis no deserto...

A Lei Moral de Deus e a Criação dos Filhos: "Desde os tempos primórdios imperou no meio das famílias a Lei Moral de Deus, que nada mais é do que passar para os filhos os Santos Mandamen..."

Há sempre um oásis no deserto...

A Lei Moral de Deus ou a Bíblia do homem?: "Nada mais falta acontecer. A apostasia, seguida de escárnio, blasfêmias, heresias, escândalos, idolatrias, ganância, abominações, em fim, tu..."

Festa julina anima crianças do PETI de Nova Campinas [?]

Numa das maiores festas caipiras promovidas pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), em Duque de Caxias, cerca de 200 crianças alunas do núcleo de Nova Campinas, tiveram nesta sexta-feira, 30 de julho, uma manhã repleta de brincadeiras, brindes e muitas comidas típicas da época.
O pátio do núcleo, que funciona na Igreja de São Francisco, ficou lotado de crianças e suas respectivas mães, todos em busca de diversão. A Avenida 31 de Março [que fica no Parque Paulista] foi fechada por 30 minutos para a realização da festa de quadrilha, cujo ápice aconteceu durante o casamento dos caipiras Débora e Rodolfo.
Enquanto as crianças brincavam, algumas mães caprichavam no preparo da mesa, onde pratos como bolo de aipim, canjica, balas de coco e outras delícias despertavam a gula até dos mais recatados adultos. Segundo Maria Cristina, tudo foi produzido pelas mães dos alunos, que aprenderam as receitas nos eventos de geração de renda promovidos pelo programa. “Já temos algumas mães ganhando dinheiro com a produção de bolos e outros doces que aprenderam aqui no PETI”, observou.
O PETI é uma iniciativa do Governo Federal executada em parceria com as Prefeituras do país. O núcleo de Nova Campinas conta com 200 alunos inscritos e outros 30 na fila de espera. São beneficiadas crianças com idades entre 6 e 14 anos que participam de diversas oficinas. Elas têm de aulas de música/instrumentos, teatro, atividades físicas e de passeios culturais.
(Extraído do site da Prefeitura de Duque de Caxias / Foto: Everton Barsan)

Casa desaba e três pessoas são soterradas em Saracuruna

Três pessoas foram soterradas durante o desabamento de uma casa na Rua Presidente Roosevelt, em Saracuruna, distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na manhã desta sexta-feira (30). Segundo o capitão Marcos Neiva, do Corpo de Bombeiros de Campos Elíseos, as primeiras informações são de que uma das vítimas teria morrido no local.
Ainda de acordo com o capitão, a casa estava sendo demolida, quando caiu sobre os operários. Uma das vítimas foi resgatada ferida, mas ainda não há informações sobre seu estado de saúde. Um outro operário continua sob os escombros, de acordo com os bombeiros.
Quinze bombeiros trabalham no resgate das vítimas. Nenhuma delas foi identificada.

ASSOMBRO DOS ASSOMBROS / Nossa primeira sala de cinema tinha até luz elétrica

“As Exmas famílias desta capital encontrarão um salão de espera digno de sua recepção e [imaginem só] iluminado à luz elétrica.” Todo o luxo ficava na mais requintada casa de espetáculos do Rio de Janeiro. O Salão de Novidades Paris, primeira sala fixa de cinema do Brasil, exibia cenas de dança e do cotidiano – um homem comendo melancia, por exemplo.
Foi inaugurada em 30 de julho de 1897, menos de dois anos depois do surgimento do cinema na França. Os jornalistas que estiveram na seção inaugural escreveram que “o aparelho funcionou perfeitamente, agradando bastante”.
A tecnologia era o animatógrafo, invento dos irmãos Lumière. Por isso, a propaganda do salão na Folha da Tarde, a mesma que descrevia a sala de espera, começava assim: “Salve Século 19, Salve Animatógrafo Lumière – A última palavra do engenho humano. Pinturas ouvirem, chorarem, morrerem, com tanta perfeição e nitidez, como se Homens, Animais e Coisas Naturais fossem, é o assombro dos assombros”.

Isso é novidade? / Pesquisa mostra que 30% dos produtos das lojas de R$ 1,99 têm alguma irregularidade

A fiscalização do Instituto de Pesos e Medidas descobriu: em muitos desses lugares você paga menos, mas também acaba levando menos.
A cifra à vista de todos é o cartão de visitas. Difícil resistir. E quem entra, raramente sai com as mãos vazias. De objetos para casa a bugigangas, os produtos vendidos na loja cabem em qualquer orçamento.
“Às vezes no quebra-galho, o jeito, a falta de dinheiro, a pessoa vem”, conta o analista de suporte Sérgio Hirata.
Nos últimos anos, esse tipo de comércio tem investido em várias linhas de produtos - quase sempre de marcas pouco conhecidas. Alguns deles foram recolhidos pelo Instituto de Pesos e Medidas, em 35 lojas de R$ 1,99, em todo o estado de São Paulo essa semana.
Os produtos recolhidos nas lojas foram levados para laboratórios, onde os técnicos fizeram a pesagem das mercadorias, na presença dos fabricantes. Foi no setor de alimentos que os fiscais encontraram o maior índice de irregularidades: 63% dos produtos apresentavam peso inferior ao que indica a embalagem.
É o caso de um saco de farinha de rosca, que deveria ter 500 gramas. Mas está com quase 20 gramas a menos.
“A empresa marca 500 gramas. Existe uma tolerância que a portaria do Inmetro estabelece. Ele já está abaixo da tolerância no peso bruto. Descontando a embalagem, vai ficar mais abaixo ainda”, explica Priscila Cunha, agente fiscal do Ipem.
Os recordistas de irregularidades foram uma marca de pirulitos e uma de salgadinho - o peso deles estava 16% menor que o indicado no rótulo. Marcas de produtos de limpeza também foram fiscalizadas e 30% foram reprovadas. Esponja de aço, querosene, alvejante e saco de lixo pesaram menos do que mostravam as embalagens. O Ipem autuou 20 fabricantes.
“É um lucro indevido e um prejuízo no bolso do consumidor. Não importa se houve ou não má fé e sim que ele tem que obedecer a legislação”, alerta Paulo Lopes, diretor do Ipem-SP.
Comerciantes de algumas das lojas fiscalizadas acompanharam a pesagem e ficaram surpresos com os resultados.
“Esses produtos não vão mais para a loja. Vamos fazer uma observação e retirar da loja esses que estão fora de peso”, conta o comerciante Giovani Lopes dos Reis.
O valor da multa é de R$ 50 a R$ 100 mil. Dobra na reincidência.
(Bom Dia Brasil)

quinta-feira, 29 de julho de 2010

ONU inclui acesso à água na Declaração dos Direitos Humanos

A ONU aprovou, na última quarta-feira (28) em Genebra, Suíça, a inclusão do acesso à água potável na Declaração Universal dos Direitos Humanos.
A proposta, apresentada pela Bolívia e respaldada por outros 33 países, recebeu 122 votos a favor, nenhum contra e 41 abstenções, além de receber grande apoio na Assembleia Geral.
A Assembleia estipulou também que o acesso aos serviços sanitários básicos é um direito, tendo em vista que a contaminação da água é uma das principais causas da mortalidade nos países mais pobres.
Segundo o texto proposto pela Bolívia, mais de 2.600 milhões de pessoas vivem sem instalações sanitárias adequadas, o que contribui para a morte anual de um milhão e meio de crianças por enfermidades relacionadas com a falta de higiene.

Fonte: Adital

Maputo abre Jogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Começou nesta quinta-feira (29) a sétima edição dos Jogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O evento mobilizou a capital moçambicana, lotando hotéis e enchendo a cidade de faixas e de delegações. É a segunda vez que Maputo recebe os jogos – a primeira foi em 1997.
Participam cerca 600 atletas de Moçambique, Angola, Portugal, do Brasil, de Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, da Guiné-Bissau e do Timor Leste, que disputam medalhas em seis modalidades: handebol feminino, atletismo masculino e feminino, basquete masculino, futebol masculino, tênis masculino e feminino e vôlei de praia masculino e feminino.
O limite de idade para os atletas é de 16 anos, a não ser nas modalidades paraolímpicas (categorias PPD T-12 e T-13), em que pode competir quem tem até 20 anos.
Além das competições esportivas, estão previstas atividades culturais com artistas dos oito países, para reforçar o lema escolhido para esta edição: "Uma comunidade, uma língua, um mar de culturas".
O Brasil traz uma delegação de 67 pessoas, mas nenhuma desembarcou a tempo de participar da cerimônia de abertura dos Jogos. O voo que viria de São Paulo para a África do Sul foi cancelado. Os atletas só chegariam à noite e não haveria tempo de fazer a conexão para Maputo.
Quatro integrantes do comitê organizador vestiram camisetas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e carregaram a placa com o nome do país na festa de abertura, no Pavilhão Esportivo de Maxaquene. O presidente de Moçambique, Armando Emílio Guebuza, participou da abertura do evento.
O Brasil tem atletas em três das seis modalidades da competição. No basquete masculino, será representado pelo time do Colégio Pessoa, de São Paulo. No handebol feminino, pelas alunas do Colégio Anglo Líder, de Pernambuco.
As duas equipes foram as vencedoras, na categoria 15 anos, das Olimpíadas Escolares de 2009. O Brasil também compete no atletismo para homens e mulheres, bem como no paraolímpico.
De acordo com o chefe da delegação brasileira, Jessé Oliveira, o país não traz estrelas ascendentes na delegação. Só promessas. “Estamos vindo com um grupo de atletas das modalidades coletivas que só participaram de competições escolares do Brasil”, disse ele.
“Alguns do atletismo já são ranqueados pelas suas federações e, possivelmente, já participaram de alguma competição internacional. Mas é possível que, para alguns, seja a primeira vez que estão saindo do Brasil, e até de seu estado, e indo para um outro continente."
A ideia, segundo Jessé, é preparar a novíssima geração, dando a ela chance de entrar em contato com o exterior desde muito cedo. E não só para o esporte. “Não queremos formar apenas atletas, mas também bens cidadãos”.
A competição segue até o dia 7 de agosto.

Fonte: Agência Brasil

Primeiro Mundo é outra coisa... / Mulher mata e enterra oito bebês na França


O Jornal Nacional começa com uma história que horrorizou o planeta, nesta quinta-feira. Um crime covarde, repetido secretamente por uma mulher, ao longo de duas décadas, na França.
Quando os novos proprietários de uma casa resolveram plantar uma árvore no quintal, veio à tona o pior caso de infanticídio da história da França. No jardim, estavam enterrados os corpos de dois bebês recém-nascidos.
A polícia de Villers-au-Tertre, na periferia de Lille, no nordeste da França, foi atrás dos antigos donos da propriedade: o casal Pierre e Dominique Cottrez.
Na garagem da nova casa deles, mais seis corpos de recém-nascidos foram descobertos num depósito de ferramentas. Todos dentro de sacos plásticos.
Pierre, de 40 anos, é carpinteiro e vereador do município, e, segundo a mulher, é inocente. Ela, que tem 47 anos e é enfermeira, disse que já estava satisfeita com as duas filhas que teve no começo da década de 1980. E que não queria mais filhos.
Como não tomava anticoncepcionais, resolveu asfixiar os bebês logo após o nascimento em casa. O pai das crianças, que disse que nunca notou nada, foi liberado e vai ser testemunha no caso.
O promotor explica que Dominique era muito obesa e que, por isso, não dava pra perceber quando ela estava grávida.
Os vizinhos do casal não desconfiavam de nada e afirmam que Dominique era simpática e amigável.
“Com tantos métodos contraceptivos à disposição, não entendo como uma mãe pode chegar a esse ponto”, diz um conhecido do casal.
De acordo com a polícia, o infanticídio começou em 1988. E ao longo de 22 anos, Dominique matou todos os bebês que deu à luz.
Exames psicológicos vão determinar se ela tem problemas mentais ou se agiu conscientemente. Dependendo do resultado, a pena pode ser um tratamento psiquiátrico ou prisão perpétua. (Jornal Nacional)

Violação dos Direitos humanos... "Hoje estamos assistindo a uma verdadeira hecatombe social e ambiental que se propaga em ondas de destruição"

Por - Telma Monteiro / As hidrelétricas são empreendimentos que perpetuam os impactos ambientais e sociais que jamais serão mitigados. Gerar energia elétrica com grandes hidrelétricas tem sido ao longo da história uma forma de expropriação e privatização dos rios e de sua biodiversidade. No preço que se paga pela energia gerada com hidroeletricidade não estão computados os custos ambientais e sociais.
O Brasil tem ignorado sistematicamente a convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que estabeleceu conceitos básicos de consulta e de participação dos povos indígenas. O direito inalienável de decidir sobre suas próprias prioridades de desenvolvimento na medida em que a implantação de hidrelétricas afeta suas vidas, crenças, instituições, valores espirituais e a própria terra que ocupam ou utilizam, tem sido violado.
O governo brasileiro planeja mega-projetos hidrelétricos nas porções da Amazônia brasileira, boliviana e peruana. Primeiro, estão previstos seis empreendimentos no Peru. Na verdade a proposta é construir 15 hidrelétricas na Cordilheira dos Andes. O tratado sobre a exploração da hidroenergia na Amazônia peruana foi assinado em Manaus, pelos presidentes Lula e Alan Garcia.
No Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 está prevista a construção de 10 hidrelétricas[2] batizadas eufemisticamente de “usinas plataforma” e outras 44 à “moda antiga”, totalizando R$ 116 bilhões de investimentos. Antes do Peru, a biodiversidade do Estado do Pará será a grande vítima, pois é lá que se pretende construir sete dessas “usinas plataforma”.
Como forma de facilitar a implantação desse descalabro a Agência Nacional de Águas (ANA), dá a sua contribuição. Quer emplacar um novo modelo de aproveitamento elétrico para os rios da Amazônia. Nesse novo modelo, num único leilão, o consórcio vencedor arremataria todos os aproveitamentos de uma bacia hidrográfica ou uma verdadeira “baciada” de hidrelétricas. Tudo em nome da celeridade do processo de licenciamento ambiental.
Para que se tenha idéia da determinação do governo em construir hidrelétricas, recentemente o Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu que parte dos empréstimos ampliados da linha de crédito do BNDES seja usada na compra de equipamentos para hidrelétricas. Esse “benefício” pretende agilizar as obras em andamento no rio Madeira e viabilizar Belo Monte e o Complexo do Tapajós.
Essa espécie de “vale tudo” para justificar um crescimento econômico perverso, tem foco especial no setor elétrico e, por tabela, beneficia a construção pesada e os caixas das grandes empreiteiras. Aquelas, as mesmas, como a Odebrecht, Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez, presentes em todos os grandes projetos nos rios brasileiros e que também são coadjuvantes no acordo energético com o Peru.
Redução da espera por licenças ambientais e análise integrada do chamado potencial das bacias hidrográficas tem como principal foco a redução do custo das obras. Esse é, também, o objetivo da facilitação de drenagem do dinheiro público com juros subsidiados para as construtoras.
O efeito dominó que pode decorrer dessas agressões planejadas para a Amazônia não tem precedentes. A triste, embora recente, história da construção das usinas do Madeira nos dá a dimensão. Santo Antônio e Jirau, no rio Madeira, em Rondônia, têm sido palco de ocorrências de desrespeito à legislação trabalhista – denúncias de trabalho análogo ao escravo; impactos ambientais em terras indígenas; transgressões dos direitos das comunidades tradicionais que estão sendo reassentadas; colapso dos equipamentos públicos que deveriam atender à população urbana e rural de Porto Velho.
Hoje estamos assistindo a uma verdadeira hecatombe social e ambiental que se propaga em ondas de destruição. O rio Madeira é o Xingu amanhã e o Tapajós depois de amanhã.

Homenagem ... / Ilê Omolu e Oxum

Em julho, respectivamente nos dias 10 e 24, foram comemorados os 50 anos de iniciação de Mãe Meninazinha de Oxum (Mãe Naná, para seus filhos e amigos) e os 100 anos de iniciação de Mãe Davina (in memorian), que foi iniciada no dia 24 de julho de 1910, em Salvador, por Pai Procópio do Ogum.
O Ilê Omolu e Oxum foi fundado pela Iyalorixá Meninazinha de Oxum 1968, inicialmente na Marambaia para no ano de 1978 transferir-se e instalar-se por definitivo no bairro de São Matheus, em São João de Meriti.
Sensível às necessidades de seus filhos e filhas de santo, bem como da comunidade do entorno, no ano de 1988 o Ilê Omolu e Oxum constituiu-se numa sociedade civil com a finalidade de organizar um núcleo administrativo que possibilitasse a representação jurídica da comunidade-terreiro frente aos órgãos governamentais e não-governamentais. Tal representação tem como intuito validar a implantação de projetos em prol do desenvolvimento social, cultural, econômico e político da região onde a comunidade-terreiro está instalada.
Desde então, a Sociedade Civil Religiosa Ilê Omolu e Oxum vem desenvolvendo projetos com recursos financeiros e humanos próprios, também em parceria com outras instituições sociais comprometidas com a luta contra todo tipo de injustiça social, em particular contra a intolerância religiosa e as desigualdades de gênero e raça. Assim, os projetos em geral estão voltados para atender mulheres, negros, jovens, pessoas de classes populares que correspondem ao perfil da comunidade do entorno.Como ação sócio-cultural, um de seus projetos mais importantes foi a criação de um centro de documentação e pesquisa sobre sociedade e cultura afro-brasileiras, chamado Memorial Iyá Davina, construído com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria de Esporte e Lazer do Município de São João de Meriti, e, sobretudo, dos amigos do Ilê Omolu e Oxum. Constitui-se num núcleo de pesquisa e documentação, aberto à visitação pública, que abriga acervo material (objetos, fotografias, desenhos, certidões e textos) referente à religião dos orixás e à formação das primeiras comunidades-terreiro de candomblé no Rio de Janeiro.
Tomando consciência da necessidade de participação ampliada das comunidades de terreiro nos diversos espaços sociais, o Ilê Omolu e Oxum estabelece parcerias com diversas organizações da sociedade civil, tais como movimento negro, movimento de mulheres, movimentos religiosos, tendo participação em duas principais redes sociais: Iyá Àgbá – Rede de Articulação de Mulheres Negras Frente à Violência, que visa contribuir com a redução da violência intra-familiar e urbana que atinge as mulheres, em particular as mulheres negras, através do processo de empoderamento destas; e, a Rede Nacional de Religiões Afro-brasileiras e Saúde que trabalha na perspectiva de construção de políticas públicas para a saúde do povo de terreiro e tem como missão a luta pelo direito humano à saúde com ênfase nas questões de gênero e raça.

PARABÉNS, MÃE MENINAZINHA e FILHOS do ILÊ OMOLU e OXUM, pelo belo exemplo dado às Religiões de matriz Africana!!!
Que venham mais 100 anos!!!

Profª Valeria Teixeira
(Etemin Aguecy)

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Até um coronel da PM foi preso... País é o quarto que mais divulga pedofilia na internet, afirma PF

BRASÍLIA. O Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial da Interpol de países que divulgam pedofilia na internet. A Alemanha está na primeira posição, seguida pela Espanha e pela Inglaterra. O ranking foi divulgado pela Polícia Federal (PF), durante a operação Tapete Persa, contra a exploração, abuso sexual e pedofilia na internet. Realizada em nove Estados, a ação prendeu 21 pessoas em flagrante até as 15h30 de ontem. Entre os presos, há um adolescente, quatro idosos e um coronel da PM. Segundo a polícia, o número de prisões pode aumentar. Mas a ação já bateu o recorde do número de prisões em casos de pedofilia. No ano passado, a operação chamada Turco prendeu 11 pessoas e, em 2008, a operação Carrossel teve cinco prisões...

...Um dos delegados que participa da ação, Marcelo Bórsio, afirmou que a PF identificou que muitas das pessoas que possuem material pornográfico nos computadores e o divulgam na internet são também as que cometem abuso sexual de crianças. "Nessas prisões efetuadas hoje (ontem), constatamos que entre 25% e 30% dos presos, além de possuir e distribuir o material, também praticavam os abusos contra as crianças ou conheciam quem praticava. Essas pessoas também podem ser indiciadas por estupro de vulnerável", disse...

...A operação ganhou o nome Tapete Persa porque em um dos vídeos interceptados pelas investigações, uma criança de 6 anos aparece sendo abusada e um tapete persa é exibido ao fundo da imagem.

Com novo Estatuto, torcedor violento pode pegar até dois anos de prisão

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta terça-feira (27/7) lei que criminaliza a violência em estádios, a fraude de resultados e a venda ilegal de ingressos. A nova norma modifica o Estatuto do Torcedor (lei 10.671/03) e foi proposta pelo deputado José Rocha (PR-BA) como uma emenda substitutiva ao projeto de lei 451/95, do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP).
A lei determina que o torcedor que praticar ou incitar a violência nos arredores ou dentro de estádios poderá ser condenado à pena de um a dois anos de prisão. Em caso de réu primário, a reclusão poderá ser convertida em proibição de comparecimento aos estádios por até três anos, de acordo com a gravidade do crime.
A fraude do resultado de competições será punida com pena de dois a seis anos de prisão. A medida poderá ser aplicada a árbitros ou a quem encomendar a fraude. Já a venda de ingressos com um preço superior ao estampado no bilhete será punida com reclusão de um a dois anos, além de multa. A pena é dobrada para quem fornecer ingressos a cambistas.

Torcidas organizadas
O novo Estatuto do Torcedor torna mais rígido o controle de torcidas organizadas. Agora, as organizações deverão manter um cadastro atualizado dos seus integrantes, com informações como nome, fotografia e endereço. Além disso, as organizadas responderão civilmente caso algum associado cometa danos.
Em caso de tumulto, violência ou invasão do campo, as torcidas uniformizadas poderão ser impedidas de comparecer a jogos por até três anos. Também está proibido cantar músicas discriminatórias, arremessar objetos no campo, soltar fogos de artifício e mostrar cartazes com mensagens ofensivas.
Estádios com capacidade para mais de 10 mil torcedores deverão manter monitoramento do público por sistema de vídeo. Atualmente, a exigência cobre apenas os estádios com capacidade para mais de 20 mil espectadores.

PARECE CATCHUP MAS NÃO É...Guatchup é melhor e não faz mal


Um molho totalmente natural e brasileiro é a mais nova invenção de pesquisadores e produtores nacionais. Depois de três anos de trabalho, a Associação Brasileira de Produtores de Goiaba, Goiabrás, lançou o guatchup, em 2001. Molho de goiaba vermelha que substitui o tomate, com cor e textura semelhante ao catchup.
Melhor: tem menos caloria, acidez e gordura. Ótimo condimento para sanduíches, salgados e aperitivos. Com sabor agridoce e sem pimenta, é produzido em Vista Alegre do Alto, interior de São Paulo. Passou por 68 provas caseiras antes de ganhar o mercado nacional e internacional. As maiores exportações vão para EUA e Suíça.
A goiabeira vive na região tropical. A polpa da goiaba pode ser branca, vermelha, amarela ou rosada. O Brasil é o segundo maior produtor do mundo, depois da Índia, e o maior de goiaba vermelha: 300 mil toneladas/ano. A goiaba, matéria-prima para doces e sucos, agora vira molho.
Uma das frutas mais saudáveis e nutritivas, tem maior quantidade de licopeno, substância anticancerígena que reduz o colesterol ruim; ainda é rica em vitamina C, betacaroteno e fibras, que ajudam a manter os níveis de colesterol. Segundo Arlindo Neto, presidente da Goiabrás, “conseguimos fazer produto revolucionário e legitimamente brasileiro”.

Hoje, 28 de Julho, é o Dia Nacional do Combate ao Colesterol

terça-feira, 27 de julho de 2010

Biodiesel de pena de galinha / Segundo pesquisadores, uma tonelada de pena pode produzir 69 litros de biodiesel

Centros de pesquisas dos Estados Unidos, com o apoio de empresas americanas, vêem desenvolvendo processos para a produção de biodiesel a partir de penas de galinha.
Farinha de restos de frango, incluindo penas, além dos altos percentuais de proteína e nitrogênio tem 12% de gordura, matéria-prima para a produção de biocombustível, informam os pesquisadores. Uma tonelada de pena pode produzir 69 litros de biodiesel.
Estatísticas mostram que a quantidade de farinha de pena gerada pela indústria avícola a cada ano poderia produzir 580 milhões de litros de biodiesel, por ano, nos EUA e 2,2 bilhões litros, por ano, em todo o mundo. O Reno Renewable Energy Center, um dos centros responsáveis pelas pesquisas, já publicou 183 trabalhos técnicos, tem 10 patentes publicadas, 12 pendentes e obteve mais de US$ 25 milhões de dólares em financiamento para seus projetos.
Por Eduardo Athayde
Fonte: Envolverde/Instituto Akatu

De virada é bem melhor / Sport 1X2 Duque de Caxias

De virada, o Duque de Caxias derrotou o Sport por 2 a 1, na Ilha do Retiro, na abertura da 11ª rodada da Série B, e termina a noite de terça-feira fora da zona de rebaixamento, em 13º, com 12 pontos. Os pernambucanos perderam muitos gols na etapa inicial e foram punidos com a reação do adversário na segunda etapa, marcada por uma expulsão para cada lado e um pênalti polêmico convertido pelo o time do Rio de Janeiro.
Dependendo do complemento da rodada, os comandados de Toninho Cerezo podem entrar na zona de descenso. No momento o time ocupa a 15ª colocação, com 11 pontos, e se prepara para fazer clássico local contra o Náutico, no próximo sábado.
Já o Duque de Caxias volta a jogar na sexta-feira, fora de casa, contra o América-MG

Descobriram a pólvora / Central de TV a cabo clandestina encontrada em Duque de Caxias

Uma central clandestina de TV a cabo foi encontrada por policias do 15º BPM (Duque de Caxias), na tarde desta terça-feira. O local foi encontrado após uma informação passada ao Disque-Denúncia. A central funcionava num imóvel no conjunto Ana Clara, em Saracuruna. Foram apreendidos diversos materiais utilizados para a distribuição do sinal ilegal. Ninguém foi preso. O caso foi registrado na 60ª DP (Campos Elíseos).

Observatório Comunitário apresenta a Parada dos Sofredores

O Observatório Comunitário resolveu prestar uma singela homenagem aos torcedores de 3 clubes de futebol do Brasil que tem [além do fato de serem sofredores] algo mais em comum: o nome de seus clubes - Caxias.
A classificação [claro que foi marmelada] ficou assim:
1.º - Lugar - Hino do Duque de Caxias - (Baixada Fluminense) - RJ

2.º - Lugar - Hino do Caxias - Cidade de Caxias do Sul - RS


3.º - Hino do Caxias FC - Cidade de Joinville - SC

Isso ninguém fala... / Número de casos de dengue no Rio já é quase o dobro de 2009

O número de casos de dengue no Rio no primeiro semestre deste ano já é quase o dobro do registrado em todo o ano passado. De janeiro a junho de 2010, foram 31 mortes em todo o estado e 21.346 casos da doença, contra 12 mortes em todo o ano de 2009 e 12.403 pessoas infectadas.
O município de São Gonçalo é o que registra o maior número de casos: 1.805 casos, sendo oito mortes. Na sequência vem Tanguá, com 1,730 pessoas, e Macaé, com 1.670.
Risco de epidemia no próximo verão – A última grande epidemia da doença foi em 2008, quando foram registrados mais de 250 mil casos, com 255 mortes no estado. Em 2002, foram quase 290 mil casos, com 91 mortes. Por causa do aumento, alguns especialistas alertam sobre o risco de uma nova epidemia no próximo verão.
Segundo a Secretaria estadual de Saúde, o número de casos registrados até agora não é considerado alarmante. Mas, mesmo assim, 3 mil bombeiros trabalham com agentes municipais de saúde para evitar a proliferação do mosquito. A secretaria afirma, ainda, que já existe um plano de contingência para combater a doença no verão.
Dengue tipo 1 – Entre as preocupações dos especialistas está a volta da dengue tipo 1, que não circula no Rio desde o início da década de 1990, e já foi detectada em municípios do interior do estado.
“É possível que a gente tenha uma epidemia uma vez que a circulação desse tipo foi há muito tempo e todas as crianças e muitos jovens não tiveram contato com esse tipo”, explica o entomologista da Fiocruz, Rafael Freitas.
Dona Neusa Carvalho perdeu o marido, vítima de dengue hemorrágica, um mês depois da festa de 50 anos de casamento. “Ele chegou com febre, foi para o hospital e faleceu dia 16 de abril. Complicou a vida dele porque deu dengue hemorrágica, deu pneumonia, uma porção de coisa e aí faleceu”, lembra ela, que viu outras dez pessoas da rua em que mora contraírem a doença. (Fonte: G1)

Incêndio destrói 40% de reserva de cerrado em Goiás / Ibama resgata espécie de arara em extinção no Pará

* Incêndio destrói 40% de reserva de cerrado em Goiás
Um incêndio já destruiu cerca de 40% da vegetação de cerrado do Parque Estadual dos Pirineus, em Pirenópolis (GO). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou no sábado (24) e até o início da tarde desta segunda-feira (26) ainda não havia sido totalmente controlado. O parque tem uma área total de cerca de 2,8 mil hectares.
“Nossa estimativa é que tenhamos conseguido preservar 60% da reserva, mas ainda estamos em fase de levantamentos. Sobre a área destruída, acredito que em um mês a situação já esteja normalizada, porque a vegetação estava bem baixa”, diz ao G1 o major Cléber Candido de Oliveira, comandante da Operação Cerrado Vivo. Cerca de 40 bombeiros trabalham no controle das chamas.
O Corpo de Bombeiros suspeita que o incêndio tenha começado em um acampamento próximo ao parque. O tempo seco teria favorecido o alastramento das chamas rapidamente. De acordo com os bombeiros, a última grande queimada no parque aconteceu há dois anos. (Fonte: G1)

* Ibama resgata espécie de arara em extinção no Pará
Duas aves, uma delas ameaçada de extinção, foram resgatadas pelo Ibama de um sítio na zona rural de Barcarena, a cerca de 100 quilômetros de Belém, no nordeste do Pará. As aves, uma arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus) e uma arara-canindé (Ara ararauna), formaram duplas com outras da mesma espécie que já viviam solitárias no Zoológico Mangal das Garças, na capital do Estado, para onde foram encaminhadas.
As araras foram entregues na sexta-feira (23) pelo caseiro da propriedade, que acionou o instituto e as entregou espontaneamente. De acordo com a legislação ambiental, quem faz a entrega voluntária de um animal silvestre, mesmo se mantido ilegalmente em cativeiro, não é multado. O caseiro disse que as aves chegaram à propriedade há cerca de um mês e como não se alimentavam sozinhas decidiu capturá-las e entregar ao Ibama. Os animais estavam saudáveis.
“Elas podem ter fugido do recinto onde eram criadas. É comum araras cortarem o arame de gaiolas e escaparem. Elas foram amansadas, e a Canindé vocaliza palavras. Dificilmente poderão voltar à natureza porque foram humanizadas”, diz o veterinário Mauro Moraes, da Divisão de Fauna e Pesca do Ibama em Belém. A arara-azul, espécie em perigo de extinção, estava junto com a canindé numa pequena gaiola.
Segundo o Ibama, uma arara-azul resgatada em Altamira, no sudeste do Pará, havia sido entregue ao zoológico em junho e estava sozinha num recinto especial, dado à sua raridade. Uma arara-canindé, ave protegida mas não em perigo de extinção, também estava à espera de um par. A confirmação do sexo das araras será feita por meio de exames de DNA em laboratórios especializados no Rio de Janeiro ou em São Paulo e deverá levar, pelo menos, 20 dias, informou o Ibama. (Fonte: Amazônia.org.br)

Só você vendo como é que dói / Pedágios na Ponte Rio-Niterói e na Rodovia Presidente Dutra ficam mais caros a partir de domingo


A partir deste domingo as tarifas dos pedágios da Ponte Rio-Niterói e da Rodovia Presidente Dutra vão ficar mais caras. O valor cobrado pelos carros de passeio na ponte vai passar de R$ 4,10 para R$ 4,30. Na dutra, o preço vai de R$ 8,80 para R$ 9,20 nas praças de Seropédica e de Itatiaia. O acréscimo de 4% neste ano é superior ao de 2009, quando os pedágios ficaram 3,52% mais caros.

Luta pela liberdade: nossa herança africana retratada em painéis

Foi inaugurada nesta segunda-feira (26), na área externa do Hotel Royal Tulip de Brasília, a exposição Luta pela liberdade: nossa herança africana, que recompõe parte significativa da rota do tráfico de escravos para a América do Sul, chamando a atenção sobre a necessidade de preservação de bens culturais como cidades, localidades e referências patrimoniais que dão um testemunho contundente sobre um dos maiores crimes cometidos contra a humanidade.
A iniciativa é do Fundo para o Patrimônio Mundial Africano, e evidencia os fortes laços e influências culturais entre a África e o Brasil, onde aportaram cerca de 3,6 bilhões de escravos, entre os séculos XVI e XVII, oriundos de diversas regiões do continente africano, sendo que grande parte desse contingente negro desembarcou na cidade do Salvador, capital da Bahia (BR), um dos macro-pontos destacados na rota reconstituída pela mostra.

Que futebol que nada, bom mesmo é o volei do Brasil


Dizem que o brasileiro só tem amor à pátria em época de Copa do Mundo; canta o hino nacional, se veste de verde e amarelo e tantas outras patacoadas (assim dizia a minha avó). Aliás, o povo brasileiro só incorpora este espírito patriótico quando joga a seleção brasileira de futebol. Quando joga a seleção brasileira de qualquer outro esporte adeus nacionalismo, adeus patriotismo, adeus verde e amarelo.... e não é que é verdade?
Veja só o caso do Volei... O Brasil é pela nona vez campeão da Liga Mundial de Vôlei... Gente, o Brasil se consagrou pela nona vez campeão da Liga Mundial-2010 de vôlei masculino ao vencer na final por 3 sets a 1 a Rússia (25-22, 25-22, 16-25, 25-23) na noite de domingo na cidade de Córdoba, na Argentina, e agora também é a equipe mais vitoriosa da história desse campeonato, com sete títulos nos últimos oito anos e ninguém deu a menor bola, ninguém fez festa, ninguém comentou pela esquinas, ninguém se vestiu de verde e amarelo... cadê aquele espírito patriótico que foi tão exaltado durante a Copa de Futebol na África do Sul, cadê o nacionalismo?
E o trabalho desse Bernardinho (o melhor técnico do Brasil)?
Ninguém deu a menor bola, ninguém fez festa, ninguém comentou pela esquinas, ninguém se vestiu de verde e amarelo... cadê aquele espírito patriótico que foi tão exaltado durante a Copa de Futebol na África do Sul, cadê o nacionalismo?
A grande imprensa também deixou a desejar, uma conquista dessas deveria ser muito mais badalada, até porque vem aí uma Olimpíada, não é verdade?
A equipe de Bernadinho também teve o gostinho de vencer pela terceira vez em quatro finais a Rússia... e ninguém deu a menor bola, ninguém fez festa, ninguém comentou pela esquinas, ninguém se vestiu de verde e amarelo... cadê aquele espírito patriótico que foi tão exaltado durante a Copa de Futebol na África do Sul, cadê o nacionalismo?
Penso que o volei brasileiro merecia por parte da imprensa e do povão um tratamento a altura de tantas conquistas...

segunda-feira, 26 de julho de 2010

As nossas poderosas lentes captaram que...


De tanto falarmos nos bairros do Terceiro Distrito de Duque de Caxias e suas características, sua gente, praças, escolas, arte, cultura, esporte... o resultado disso foi que acabamos por despertar a curiosidade de muita gente [ainda bem]... e para a satisfação dos nossos curiosos de plantão eu separei alguns links de páginas daqui mesmo do nosso Observatório Comunitário com algumas (poucas) imagens que foram captadas por nossas poderosas lentes...
Se uma imagem vale mais que mil palavras imaginem mil, duas mil, três mil, um milhão de imagens sobre a nossa região? Claro que isso será mostrado devagar com o tempo, mas já temos alguma coisa para começar, confira:
Imagens do Museu da Taquara em Duque de Caxias
Catedral de São Judas Tadeu - Imbariê em Duque de ...
Imagens do Parque Equitativa em Duque de Caxias
Imagens do Parque Paulista em Duque de Caxias
Imagens de Nova Campinas em Duque de Caxias
Imagens de Santa Cruz da Serra - Duque de Caxias

"A pessoa que aponta a arma pelas costas para um ser humano, para uma criança, e atira, é um bandido. Que polícia preparada é essa?

A Secretaria de Segurança Pública do Ceará reconheceu falhas na abordagem policial feita no domingo (25), que resultou na morte do adolescente Bruce Cristian, 14 anos, em Fortaleza. O policial suspeito de atirar no garoto foi afastado das ruas e um processo administrativo foi instaurado para apurar o ocorrido.
O menino foi baleado na cabeça quando estava na garupa da motocicleta do pai, o técnico de manutenção Francisco das Chagas de Oliveira. Os dois estavam a caminho de casa. "A pessoa que aponta a arma pelas costas para um ser humano, para uma criança, e atira, é um bandido. Que polícia preparada é essa? Que treinamento é esse?", disse o pai, durante o velório do filho. Cristian foi sepultado na tarde desta segunda-feira (26), em Pacatuba (CE).
"Abrimos um procedimento administrativo para apurar o que levou o policial a agir como agiu. Falar que é lamentável é pouco diante da vida de uma criança. Ninguém está feliz com o que aconteceu. Foi uma abordagem infeliz", disse o coronel Joel Brasil, secretário executivo de Segurança Pública do Ceará.
Segundo a Polícia Militar, o soldado sinalizou para a moto parar. O pai do adolescente disse que não ouviu o chamado. O policial suspeito de atirar tem 25 anos, foi afastado das funções e pode responder por homicídio.
Em depoimento à polícia, o soldado teria dito que o tiro foi acidental e que só depois percebeu que havia atingido alguém. "A doutrina do sistema policial não indica o uso da arma para tirar uma vida. A arma só deve ser usada em último caso", disse Brasil. (G1)

Observatório Comunitário respondendo aos leitores


Por / Huayrãn Ribeiro – Quero agradecer a todos que quase nos intimaram a voltar com a seção Recortes Campinarte que [confesso] andava meio de lado no nosso blog.
Dentre os vários e-mails que recebi a pergunta mais comum era: “por que só no Campinarte (impresso) a seção Campinarte de volta no tempo continua sendo publicada”?
Muito bem, vamos aos esclarecimentos e como prova de que realmente eu abro a minha caixa de e-mails, leio e na medida do possível respondo a todos, Eu Disse A Todos, que nos escrevem, lá vai...
Destaquei apenas alguns porque como eu já disse, a bronca é uma só: a volta da seção Recortes Campinarte, detalhe, recebemos também muitos telefonemas (quase ia me esquecendo) do Primeiro, Segundo, Terceiro [claro] e Quarto Distrito de Duque de Caxias...
Obs: faço questão de destacar Duque de Caxias pelo seguinte: dizem que ninguém é profeta em sua própria terra [acho que é assim]...
Pelo jeito o nosso Campinarte há treze anos vem contrariando essa máxima. Se eu citasse aqui que recebemos mensagens de todo o Estado do Rio de Janeiro, do Brasil e até do exterior, não seria vantagem nenhuma. Por isso faço questão de destacar as mensagens de Duque de Caxias...
Aqueles que não são de Duque de Caxias e também nos acompanham, com certeza, compreenderão...

* Antônio Carlos (Parque Paulista) – A seção “Campinarte de Volta no Tempo”, no nosso tablóide, voltou a ser publicada agora em Julho, na página 7 – Almanaque Campinarte, ok?

* Sandra O. Arantes (Barro Branco) – Não é verdade que o Jardim Barro Branco nunca foi destaque na seção Campinarte de Volta no Tempo, não seja injusta. O Jardim Barro Branco, como você bem sabe, sempre teve a nossa atenção, apoio e principalmente o nosso respeito, tanto é verdade que ficaria impossível dizer agora o número de leitores e amigos que fizemos ao longo desses treze anos de Campinarte nesse tão sofrido bairro justamente por causa de nossos artigos, ai, ai, ai!

* O casal João e Délia (Santa Cruz da Serra) – Pedem a volta da seção Recortes Campinarte e sugerem “aquela matéria sobre a Rua da Feira – Celita Melo de Abreu”...
O desejo de vocês é uma ordem eu ouço e obedeço me aguardem...

* Eu vou encerrar com um e-mail [na verdade foram vários] de Nova Campinas, também pedindo a volta da seção Recortes Campinarte e sugerindo as matérias que foram publicadas sobre a desordem, principalmente na Avenida B.

Muito bem...
Já estamos trabalhando na seleção do material para a volta da seção Recortes Campinarte...
É só uma questão de dias [poucos] para voltarmos no tempo e reler artigos, rever fotos, relembrar como eram as nossas comunidades...
Isso facilitará bastante a você que nos acompanha na rede a um balanço da atual situação no seu bairro, se melhorou, piorou. se está na mesma...
Depois de selecionado o material vamos escolher um dia da semana para a publicação do mesmo, exemplo: se toda segunda, ou se toda terça... não sei, vale a pena esperar.

Minha Gente - “O Campinarte não é o melhor, não é o pior e muito menos diferente.
Estamos trabalhando para que o nosso informativo seja igualzinho aos bons.
Um Informativo no mínimo útil.
E para ter sucesso nessa empreitada eu vou precisar muito de vocês"

Grato pela atenção... Huayrãn Ribeiro

Duque de Caxias / Detran leiloa 750 veículos a partir desta terça-feira

O Detran fará mais uma rodada de leilão de veículos entre a terça-feira (27) e o dia 5 de agosto. Nos dias 27, 28 e 29 serão ofertadas 350 motocicletas apreendidas. Nos três dias posteriores vão ser leiloados 400 carros de passeio, utilitários, vans e kombis. O leilão acontece sempre a partir das 11h, no auditório do pátio do Detran (Rodovia Washington Luis, 13.105, Jardim Primavera, Duque de Caxias).
Ao arrematar um veículo no leilão do Detran, o novo proprietário não herda as dívidas referentes ao proprietário anterior. Se o valor do arremate for suficiente para pagar o IPVA, as multas, o serviço de reboque e as diárias do depósito, o saldo restante será entregue ao antigo proprietário. Mas se, ao contrário, o valor do arremate não cobrir todas as despesas, o antigo dono terá o nome incluído na dívida ativa do estado.

Trabalhadores protestam pelo Brasil contra acidentes de trabalho

Na terça-feira (27), trabalhadores de todo o país realizarão atos e manifestações em defesa das vítimas e pela prevenção dos acidentes de trabalho. O Brasil foi a primeira nação a ter um serviço obrigatório de Segurança e Medicina do Trabalho em empresas com mais de 100 funcionários.
A decisão foi aprovada após muita luta e mobilização dos trabalhadores que, em 1972, comemoraram a publicação das portarias 3.236 e 3.237 de regulamentação da formação técnica em Segurança e Medicina do Trabalho e atualização do Artigo 164 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Naquele período, o número de acidentes de trabalho era tão acentuado que o Banco Mundial chegou a ameaçar a retirada de empréstimos ao país caso o quadro não fosse alterado.
Atualmente, 38 anos após a legislação, a situação não mudou muito e em diversas categorias os acidentes de trabalho são mascarados, sem o devido encaminhamento das notificações à Previdência Social.

Fonte: Contraf

Linha Vermelha / De Duque de Caxias a São João de Meriti, a pista continua com várias rachaduras e ondulações


As nossas poderosas lentes captaram no O GLOBO... A Linha Vermelha foi recapeada, mas os motoristas só encontram asfalto liso no trecho que passa pelo município do Rio de Janeiro. De Duque de Caxias a São João de Meriti, a pista continua com várias rachaduras e ondulações.
O motorista Edson Barreto questiona a falta de recapeamento no trecho da Baixada:
— Por que só fizeram o serviço do Centro do Rio até a Ilha do Fundão? Ficou ótimo, mas teria de ser executado na via toda.
Responsável pela Linha Vermelha, a prefeitura do Rio informa que não planeja fazer recapeamento no trecho que cruza a Baixada. De acordo com a Secretaria municipal de Obras, o serviço realizado foi resultado de uma contrapartida da Lamsa pela renovação do contrato de concessão da Linha Amarela. Esse acordo incluiu a recuperação asfáltica de pistas que dão acesso à via administrada pela concessionária.

Parque Paulista / Eni Fernandes - “Minha História & Poesia"


Mineira de Raul Soares, Eni Fernandes da Costa nasceu em 15 de maio de 1947. Foi criada na roça, casou-se e veio para o Rio de Janeiro aos 36 anos de idade. Aos 53 anos ainda não era alfabetizada, mas alimentava o maior sonho da sua vida: ser escritora. Somente no ano de 1999 iniciou seus estudos no CIEP Henfil – Parque Paulista em Duque de Caxias – RJ, assim mesmo sendo obrigada a interrompê-los em 2002, já então na 6ª série. O que aprendeu nesse período foi o suficiente para verbalizar seus lindos poemas, até então, guardados na memória. Em 2004 a poetisa publicou seu primeiro livro: Minha História & Poesia. Eu diria: Uma história da sua vida em versos. São versos heróicos! Não no sentido da versificação, mas porque são os frutos da sua coragem e determinação. Vejamos alguns exemplos do livro citado:
.............................................
* O meu sonho é escrever Livros de histórias e poesias
..............................................
* A minha própria história e poesia
..............................................
* Montei o meu escritório Debaixo do pé de pitanga
..............................................
* Minhas histórias e poesias Se formavam.” (p. 01)

Com estes versos Eni expressa o que ela desejou toda uma vida e, natural e espontaneamente, define a poesia como algo que sai de dentro da gente. Seus sonhos agora estão realizados. Sua escritura é ela em carne e osso. Sua escola, seu escritório, é o mundo natural distante da tecnologia, pois ela escreve tudo numa “máquina de escrever” encontrada lá num canto esquecida e sem fita. Eni estava nascendo para um mundo globalizado.
“Meu pai era caboclo, alto, [magro Cabelos lisos e preto, usava bigode] / Não era um galã de televisão / Era um galã do sertão
..................................” (p. 06)
Em Como era meu pai, a poetisa retrata a imagem fotografada e bem conservada na mente, não apenas da artista que é, mas na mente da filha que soube sê-la. Retratou tão bem, não apenas os elementos físicos, mas também os elementos sociais, familiares de costumes, culturais, morais e outros, pois o pai era admirado e respeitado. “Fazia pilão, gamela, cocheira com tronco de madeira / Quando falecia alguém na região / era chamado para fazer o caixão.”
O pai não permitia que ninguém entrasse na sala, nem mesmo para um simples cumprimento, enquanto jogava cartas com os parceiros. Mas a menina curiosa e perspicaz olhava pela “brecha” da porta e, assim, acumulava as melhores impressões para seus poemas.
E assim a menina acanhada ia colhendo o material para a sua obra do futuro, cujo projeto já estava rascunhado na mente impulsiva, conforme vemos no poema a seguir:

“.............................................
A família muito grande
e os amigos do paizão
Havia muita comida
feita em tacho e panelão
Não faltava a tradicional
cachaça com limão
Uns cantavam outros tocavam
Violão e pandeiro
Havia até um gaiteiro
...................................” (p.08)

Estas e outras lembranças foram hermeticamente guardadas e, enquanto a mineira de Raul Soares, separada, criando filhos sozinha, trabalhando duro como costureira, analfabeta, lutando para aprender a ler e escrever, adquiria as formas de linguagem através do exercício de pensar, conforme veremos a seguir, no poema Em uma tarde chuvosa.

“Em uma tarde chuvosa sentei- [me no sofá
E veio-me a lembrança do pé [de pitangueira
Foi debaixo dele que eu escrevi
As primeiras estrofes do meu [livro
...................................”(p. 09)

Podemos observar ainda a admirável capacidade de “pensar” da nossa escritora no poema Era mês de maio.

“Era mês de maio
Noite clara, o céu estrelado
Passou-me pela memória
uma velha lembrança
quando eu morava no sertão de [Minas
eu sentava no batente da porta
E ficava olhando a lua
...................................” (p.10)

Outros aspectos do fazer literário e o da literaricidade podemos observar no poema supracitado. Por exemplo, o caráter do conto de “Era uma vez...”. Aspectos retóricos da narrativa: Quem? Quando? Onde? E outros. Todo um cuidado descritivo de traços fundamentais de paisagens objetivas e subjetivas. Todo o poema vem marcado de elementos de crença e cultura nos seus mais variados detalhes.
Poderíamos analisar cada verso para mostrar a sutileza da autora que, embora não tenha tido a pretensão de uma obra de arte, nos faz concluir que a poesia vai além do que é capaz a mente humana. É algo muito sublime.
Nossa intenção é de apresentar esta novíssima escritora mineira, um exemplo raro de sensibilidade e simplicidade literária. Seu fazer literário é simples, espontâneo e sem pretensões, mas a realização de um sonho de quem viveu a maior parte da sua vida analfabeta. É neste foco que estamos vendo Dona Eni. Uma criatura simples como estes versos:

“A cigarra estava adormecida [debaixo do chão
Ainda protegida por um cascão
Era calor e ela despertou como [um vulcão
Para cantar e alegrar as tardes [quentes de verão
..................................” (p. 13)

Porém, a sua escritura retrata também conteúdo de real importância, conforme pode-se ver em Interior de Minas (p. 15), onde ela contempla sua vida no interior de Minas, sua vinda para o Rio de Janeiro – traço importante da história cultural brasileira – “Em busca de dias melhores”. A aquisição da leitura e da linguagem escrita, que Eni não conseguiu no interior de Minas, o Rio de Janeiro deu-lhe, segundo ela. E veja como ela expressa, no final da página 15 a ânsia do homem pós-moderno: “E com o computador você vai trabalhar...”. O poema prossegue até a página 20. É como se ela espalhasse no chão os retalhos dos seus sonhos – de “Uma vida em segredo”
Entretanto, a descoberta maior é a linguagem em Língua Portuguesa p.21. A escritora revira o passado e encontra as ofensas recebidas por não saber ler, a não realização. Porém, ela diz que armazenou-as “como se fosse frutas...sem amargos e sem cica...” e, depois de se realizar, diz ela: “Pesco lindas palavras que formam histórias e poesias” (poemas).
Em O amor (p.25), Eni expressa um inocente lirismo como a maioria dos poetas, destacando o carinho e o respeito como sustentador de uma relação amorosa. Sem dá conta, revela uma paixão discreta e secreta em O Gato de rua (p. 26).
Enfim, o livro de Eni Fernandes, a Dona Eni, é rico em detalhes. Seus poemas revelam traços complicadores para uma nova crítica literária. Porém, nosso objetivo é apenas apresentar esta flor do agreste das letras.
Quem é você? De onde você é, Dona Eni? Sim! Mineira de Raul Soares, zona da Mata, a quinta filha duma prole de dezesseis. Criada na roça casou-se e veio para o Rio de Janeiro nos anos 70. Teve dois filhos e um deles excepcional. Criou-os praticamente sozinha, pois é divorciada desde inícios dos anos 90. Analfabeta até 2000. Hoje com o Fundamental incompleto, mas escritora. Sim! Escritora de lindos versos e com um livro publicado: “Minha História & Poesia”.
É impressionante a sua capacidade de escrever e de transmitir tão bem os seus sentimentos-suspiros dos pensamentos. Um repertório ilimitado de emoções. Envolve seus personagens numa verdade interior que dispensa esclarecimentos. A poesia, que para ela, “é algo que sai de dentro da gente”.
De onde Eni Fernandes tirou toda essa força misteriosa? Talvez da experiência precoce de quem começou na labuta muito cedo: trabalho, casamento, filhos e, finalmente o divórcio. Talvez a ebulição do pensamento querendo ser linguagem durante anos. A verdade é que “o galo cantou, o dia raiou, o sertanejo despertou para o roçado” e Eni despertou para a linguagem escrita. O sertanejo não tem férias, nem décimo terceiro, mas toca o seu violão. Eni não tem sequer o curso secundário, nem seu nome estampado nas páginas de jornais, mas faz versos. No café da manhã, o sertanejo não tem leite, nem pão, mas tem batata assada na cinza do fogão. Dona Eni não tem os meios modernos nem recursos e tempo, pois tem que trabalhar duro para o sustento de sua família, mas tem a determinação dos grandes artistas e escreve seus poemas a mão. Como o sertanejo, Eni vive sorrindo mesmo sem condições de ir ao dentista.
Texto / Professor Ivon Alves Araújo

Duque de Caxias / CIEP 227 em Nova Campinas será o local com maior concentração de eleitores nas eleições 2010

A cidade de Duque de Caxias é o maior colégio eleitoral da Baixada Fluminense, nas eleições de 2010, com 571.060 eleitores distribuídos por 1.640 seções eleitorais (dados do TSE apontam 590.370 eleitores).
O local com maior concentração de eleitores será o CIEP 227 Procópio Ferreia no bairro Nova Campinas, com 6.678 pessoas cadastradas para o voto em 18 seções eleitorais da zona 127. Logo em seguida está o CIEP Clementina de Jesus no bairro Pantanal, com 6.426 eleitores da zona 79.
O local com menor concentração de eleitores é a Escola Miguel Couto no bairro Jardim Guanabara, com apenas 55 eleitores.
A cidade terá locais de votação extremamente variados, desde a agência dos Correios na Praça Roberto Silveira (Centro), até o Bradesco da Av. Brigadeiro Lima e Silva (Centro). Também haverá votação numa Igreja Presbiteriana, SENAI, SENAC, e diversas unidades escolares do Estado, Município e Iniciativa Privada.
O Club dos 500 terá seis seções, e receberá 1.778 eleitores.
De acordo com dados do TSE, 1.344 jovens de 16 anos irão às urnas, e 3.688 jovens de 17 anos irão votar.
(Fonte / Site da Baixada)

domingo, 25 de julho de 2010

Deu uma bela salada, isso sim... / "Mulher-alface" prega vegetarianismo e é presa na Jordânia


Uma ativista que defende os direitos dos animais causou polêmica durante protesto neste domingo, em Amã, na Jordânia, ao utilizar um "vestido de alface" em campanha contra o consumo de carne. Amina Tariq, integrante da ONG Peta, também vestia um véu islâmico e foi detida pela polícia por três horas ao lado de uma colega. As informações são da agência AFP.
A polícia informou que as mulheres não tinham autorização para realizar a manifestação. Antes, elas chamaram a atenção do público ao mostrar uma placa com a frase "Deixe o vegetarianismo crescer em você".

Você sabia que hoje é Dia do Escritor?

O 25 de julho foi definido como dia nacional do escritor por decreto governamental, em 1960, após o sucesso do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado naquele ano pela União Brasileira de Escritores, por iniciativa de seu presidente, João Peregrino Júnior, e de seu vice-presidente, Jorge Amado.
Escrever pode ser um ofício, um passatempo, uma forma de desabafo, uma manifestação artística.
A escrita tem várias funções dentro da linguagem e o verdadeiro escritor é aquele que sabe utilizar-se de cada uma destas funções para atingir seu objetivo, seja ele informar ou encantar quem o lê.
Antes do século VI a.C., as grandes narrativas eram passadas oralmente. Desde a invenção da escrita, essas histórias puderam ser repassadas e permanecer na história em sua forma inicial, já que o discurso oral sempre apresentava variações (basta lembrar do ditado: "quem conta um conto aumenta um ponto").
Assim, temos registros de grandes escritores da Antigüidade, da Idade Média, do Renascimento... e, graças a eles, temos escritos históricos de épocas remotas; ficções de fadas e dragões medievais; mitos e lendas antigos; tratados de medicina e alquimia; compêndios de estudos filosóficos e religiosos.
O escritor convence graças ao poder de sua paixão pela palavra, e não prioritariamente pela paixão que dedique a uma causa.
Ou melhor, a sua causa sempre foi e será a palavra, caminho e céu de todas as causas. E de todas as paixões.
O texto literário nasce das mãos do escritor. No dia do escritor comemoramos a solidão diante da palavra, a verdade, o medo, a alegria, o amor indizíveis de só saber escrever. Fonte: Nossa Língua, Nossa Pátria

sábado, 24 de julho de 2010

Duque de Caxias 1X0 Vila Nova [GO]

No jogo que encerra a décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, os desesperados Duque de Caxias e Vila Nova entraram em campo no Rio de Janeiro. Melhor para o time da Baixada Fluminense, que venceu por 1 a 0 e manteve o rival na lanterna, chegando à 17ª colocação na tabela.
O Duque de Caxias tem agora nove pontos, um a menos que o Bragantino, primeiro fora da zona da degola. De quebra, fica dois pontos acima do América-RN, 18º, e vê mais distantes o Ipatinga, com cinco pontos, e o próprio Vila Nova-GO, com apenas quatro.

Nova Campinas / Moacir Silva e os benefícios da caminhada


Moacir Silva completará em Setembro, 66 anos de idade e diz que caminhar sempre fez parte de sua vida. Lembra que há muito foi convidado para fazer parte de um grupo de caminhadas que tinha um nome bem curioso “Casca Grossa”... na época, o grupo caminhava pela Floresta da Tijuca, Pedra da Gávea, Travessia de Petrópolis a Teresópolis (Serra dos Órgão)...
O tempo foi passando e Moacir foi morar em Nova Campinas no Terceiro Distrito de Duque de Caxias, fez parte da equipe de futebol (veterano) Onze Amigos, isso na década de 1990 e confessa que sente muitas saudades daquele tempo.
Moacir sempre gostou de exercitar o corpo e o seu fraco sempre foram as corridas, tanto é que participou de Corridas de Rua, Mini-maratonas de 10km, Meia Maratona Internacional, Corrida de São Sebastião, Maratona da Caixa do Rio de Janeiro e outras... “Quem pratica esporte sabe o bem que faz”, afirma Moacir.
Moacir destaca que a sua participação mais emocionante (e cansativa) foi a Travessia de Petrópolis a Teresópolis (Serra dos Órgãos), foi uma caminhada que começou às 5 horas da manhã e terminou lá pelas 23 horas, ufa!
Uma coisa que Moacir não abre mão [e essa dica serve para todos] é de uma alimentação balanceada a base de frutas, legumes, arroz integral e nada de açúcar, quase nada de sal e gordura... nem pensar! Detalhe: um Check-cup pelo menos uma vez por ano.
Moacir Silva é um dos colaboradores do Campinarte Dicas e Fatos... morador de Nova Campinas e proprietário da Infor-Nova Eletrônica que fica na Avenida B, 51 – Telefone: 2765-0207.
É com muito orgulho que o Campinarte caminha lado a lado com Moacir Silva – parabéns pelo maravilhoso exemplo.

Veja porque caminhar faz bem
1. MAIS AMIGOS
A caminhada é um excelente exercício para manter as pessoas saudáveis e integradas na sociedade. Ajuda as pessoas a terem mais amigos!!!! A caminhada é também um excelente exercício para atingir um condicionamento físico saudável. Na caminhada, os riscos de lesões ortopédicas e cardiovasculares são mínimos em comparação a outras atividades.
2. AUXILIA NO CONTROLE DO COLESTEROL
A caminhada é uma atividade que emagrece, proporciona condicionamento cardiovascular e fortalece membros inferiores, além de reduzir as taxas de colesterol ruim (LDL e o VLDL) e aumentar o colesterol bom (HDL).
3. AUXILIA NO CONTROLE AO DIABETES
A caminhada é a atividade física mais indicada para o diabético, que deve praticá-la de três a quatro vezes por semana por, pelo menos, meia hora. A principal dica é usar tênis confortável e caminhar em local plano, sem buracos e bem ventilado. Já foi demonstrado em muitos estudos que a realização de exercícios reduz os níveis de glicose e melhora a ação da insulina. Essas ações reduzem a necessidade de medicamentos orais e a dose de insulina a ser aplicada. Além disso, o exercício queima calorias, o que ajuda no controle de peso e melhora o humor, ajudando a enfrentar os problemas da doença.
4. É BOM PARA O CORAÇÃO!
Como é uma atividade aeróbia, provoca a oxigenação cerebral e, se realizada rotineiramente, é capaz de liberar endorfinas — os hormônios que tranquilizam e dão a sensação de bem-estar. A lista de doenças que a caminhada ajuda a evitar é imensa: acidente vascular cerebral, depressão, ansiedade, osteoporose, artrose, obesidade, diabetes “mellitus”, câncer de intestino e até intestino preguiçoso.
5. AUXILIA NA PREVENÇÃO À OSTEOPOROSE
Exercícios com suporte de peso (mesmo que o peso seja o seu próprio corpo) tais como caminhadas, exercícios aeróbicos, tênis e jogging são essenciais para o paciente com osteoporose. Mulheres no período pós-menopausa devem consultar o médico para verificar a necessidade de tomar estrógenos e progesterona (ou somente estrógenos para mulheres sem o útero). Esses medicamentos podem parar rapidamente a perda de osso, aliviar alguns dos sintomas associados à menopausa, beneficiar o coração por aumentar o “bom colesterol” (HDL) e diminuir o “mau colesterol” (LDL). Vale lembrar que se admite que os estrógenos podem aumentar ligeiramente a probabilidade do câncer de mama e útero. O paciente e seu médico determinarão a melhor alternativa em cada caso.
6. OSSOS MAIS FORTES
Assim como os músculos, os ossos se tornam mais fortes com as atividades físicas. Os melhores exercícios para os ossos são os exercícios de sustentação do peso, que forçam a pessoa a trabalhar contra a gravidade. Esses exercícios incluem a caminhada, corrida, subir degraus, musculação e dança.
7. MAIS VITALIDADE
A caminhada regular, desde que bem orientada, traz ao praticante uma série de benefícios como: Melhor estabilidade articular; Aumento de massa óssea; Aumento da taxa de hormônio do crescimento; Diminuição da freqüência cardíaca de repouso; Diminuição da pressão arterial; Melhor utilização da insulina; Controle da obesidade; Diminuição do risco de varizes; Diminuição do risco de derrame cerebral; Diminuição do risco de arteriosclerose; Diminuição do risco de lombalgia; Aumento da força; Aumento da flexibilidade; Aumento da resistência aeróbica; Aumento da resistência anaeróbica; Facilitação da correção de vícios posturais; Aceleração da recuperação de várias cirurgias; Melhora da qualidade do período gestacional; Facilitação do parto normal; Facilitação da mecânica respiratória;
8. AUMENTA A EFICIÊNCIA DO SISTEMA IMUNOLÓGICO
9. DIMINUI O ESTRESSE E COMBATE A DEPRESSÃO

A caminhada ajuda no tratamento de distúrbios psicológicos. Caminhar por 30 minutos, três vezes por semana, pode ser tão eficiente no tratamento de depressão aguda quanto a utilização de medicamentos.
10. CAMINHAR EMAGRECE!
O excesso de peso pode aumentar o risco para doenças cardiovasculares na medida em que aumentam suas chances de desenvolver hipertensão (pressão elevada), níveis elevados do “mau colesterol” e diabetes. A caminhada pode ajudar — e muito — a alcançar o peso ideal para manter a saúde.

Coitado do povo, uma desgraça atrás da outra / Mulher é atropelada dentro de lanchonete em São Paulo

Uma mulher foi atropelada dentro de uma lanchonete de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, nesta quinta-feira (22).
O acidente ocorreu na hora do almoço, quando o estabelecimento estava cheio de clientes. Uma motorista descontrolada subiu no passeio e entrou na loja. Ela tentava fazer uma curva. Uma mulher que estava na lanchonete foi atingida. Ela sofreu ferimentos e foi socorrida em um hospital da região.

52% da população economicamente ativa do Brasil é refém do sistema financeiro armado pelo governo [claro]

Mais de 83 milhões de brasileiros têm dívidas no cheque especial, cartão de crédito ou financeiras — o equivalente a 52% da População Economicamente Ativa (PEA), de quase 160 milhões de pessoas.
Esse dado acende uma luz amarela, na opinião do consultor financeiro Reinaldo Domingos, presidente do Instituto de Educação Financeira DiSOP: ´se continuarmos nesse ritmo, estaremos nos encaminhando para chegar a 80%, 90% da PEA; vamos rumo ao patamar dos Estados Unidos, que é uma população endividada´, observa.
Em Fortaleza, segundo o último levantamento do IPDC (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio), em outubro, 24,9% dos consumidores com idade superior a 18 anos estavam com dívidas. (Diário do Nordeste – CE)

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Parque Eqüitativa / A história da Escola Municipal Santa Luzia


No ano de 1956 a Professora Yara de Souza Borges, devota de Santa Luzia, chega ao Parque Eqüitativa, onde nada existia, além de 150 famílias residentes, sem instrução, condução, comércio, religião, luz e água encanada. Como católica, começou a catequizar as crianças dentro da Paróquia de Santa Luzia e, como não sabiam ler, iniciou-se a alfabetização; dali surgiu a Escola Paroquial Santa Luzia, com duas salas de aula, dentro do salão paroquial em 1959. Com o decorrer dos anos e o crescimento da comunidade, tornou-se difícil a escola sobreviver somente de patrocínio da própria professora e empresários que a conheciam. No entanto, em 1963, a escola foi municipalizada com quatro salas, a pedido do então vereador Régis Tavares ao Prefeito de Duque de Caxias, Dr. Joaquim Tenório Cavalcanti. Logo a seguir, o Prefeito designou a Professora Yara de Souza Borges para dirigir a escola, enviou professores e cedeu um espaço para a escola funcionar, onde hoje existe o Clube Miragem. No dia 14 de março de 1985, eu, José Carlos Roncato Wandermurem, fui lotado na escola como Professor Dirigente de Turno e em abril de 1986, com a aposentadoria da Professora Yara, fui nomeado Diretor e desta data em diante comecei meu trabalho. Mudamos para o prédio abandonado cedido pela CENEC e, nos finais de semana fazia mutirão com os pais para melhoria do prédio. Como professor e educador resolvi abrir um processo para a desapropriação do prédio, junto à Prefeitura, pois assim teríamos um ambiente mais agradável, objetivo esse alcançado no governo do Prefeito Juberlan de Oliveira. Trabalhando sempre junto à comunidade, ouvindo suas reivindicações e, unidos, tornamo-nos fortes a ponto de implantarmos o 2.º Segmento (5ª. a 8ª. Séries), no ano de 1988. Em 1981, foram fundadas as Classes Especiais para atender a alunos com comprometimento mental e auditivo.Quando tudo estava fluindo bem, aconteceu o fracasso econômico nas famílias, que as levou a tirar os filhos da escola para o mercado de trabalho. Então, no ano de 1992, iniciamos o Curso Noturno com 12 (doze) turmas de 5ª. a 8ª. Séries – atualmente, III e IV Ciclo. Continuando o trabalho, conseguimos a construção das salas para as Classes Especiais, construção da quadra de esporte coberta, biblioteca, etc. Logo, com a duplicação da Via Automóvel Club, vários acidentes aconteceram, inclusive fatais; foi quando através de um abaixo-assinado junto aos responsáveis, reivindicamos a colocação de um sinal de trânsito em frente ao Posto de Saúde Eqüitativa, sendo atendido após 3 (três) meses de solicitação. Atualmente, temos muitos ex-alunos que são professores, tornaram-se nossos colegas de trabalho e vários outros formados nos mais diversos cursos superiores. Tudo isso se deve a um excelente grupo de trabalho onde cada qual desempenha suas funções com toda dedicação e carinho.
(Texto / José Carlos)

É ou não é o Estado contra o povo? / Bombeiros acusados de desviar donativos em Alagoas são presos

Como se não bastasse todas as desgraças que são atiradas contra o povo, ainda tem mais essa - Três oficiais do Corpo de Bombeiros de Alagoas foram presos no início da tarde desta sexta-feira, 23, suspeitos de desvio de donativos para os desabrigados das enchentes no Estado. Foram presos o coronel Josivaldo Feliciano de Almeida, o tenente Ederaldo dos Santos Gomes e o capitão Renivaldo de Lima. As prisões foram decretadas pelo juiz Geraldo Amorim, da 9ª Vara Criminal, a pedido da delegada Ana Luiza Nogueira. Os presos foram recolhidos no quartel do Corpo de Bombeiros, no bairro do Trapiche da Barra.
A própria delegada Ana Luiza foi prender os oficiais no QG do Corpo de Bombeiros. Ela estava acompanhada do sub-secretário estadual de Defesa Social, delegado federal Washington Luís. Os militares presos foram levados à sede da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), na Ladeira dos Martírios, no bairro do Farol, onde foram ouvidos. O advogado de um dos oficiais disse que seu cliente é inocente.

Fala Stallone: “Você pode explodir o país inteiro e eles vão dizer ‘obrigado e aqui está um macaco para você levar de volta para casa’”...

Eu pensava que o Stallone não soubesse falar... Infelizmente, Stallone que está com o Rambo cheio de dinheiro, resolver abrir a boca justamente para fazer um comentário politicamente incorreto - e logo sobre o Brasil.
No final da tarde desta sexta-feira, Stallone mandou um pedido de desculpas por meio da assessoria de imprensa do filme no Brasil. Segue o comunicado na íntegra: "Eu peço sinceras desculpas ao povo brasileiro e aos realizadores do filme. Toda a minha experiência no Brasil foi fantástica e eu tenho dito aos meus amigos para filmar lá. Ontem, eu estava tentando fazer um pouco de humor e isso saiu mal. Eu só tenho respeito pelo ótimo país que é o Brasil. Novamente, eu peço desculpas. Com amor, Sly".

Já pensaram na confusão que ia dar se ele falasse, por exemplo:
"Que este governo é um governo de marketing. Não houve qualquer avanço na melhora da educação, como mostra relatório elaborado por técnicos do própio governo federal. O documento - que estava na Internet mas foi censurado pelo governo petista e tirado do ar - afirma que os avanços na educação desde 2003 são insignificantes e que os problemas são muitos e graves: dificuldades de acesso, principalmente à creche e ao ensino médio, baixa qualidade da educação oferecida, alta repetência, evasão elevada"... Minha nossa, o bicho ia pegar.
Ou então se ele falasse que:
"Relatório elaborado por técnicos do próprio governo do PT aponta a incapacidade de gestão de projetos de grande porte como um dos grandes empecilhos do PAC na área de infraestrutura. No setor de transportes - ferrovias, hidrovias, portos e aeroportos - 68% das 161 obras estão atrasadas"... Valha me Deus, Nossa Senhora!!!
E se ele resolvesse abrir a boca pra falar que:
"As tão propaladas creches do governo federal abrigam apenas 18,1% das crianças brasileiras de até três anos. No ensino médio, a situação é lamentável também: apenas a metade dos jovens na faixa etária apropriada está na escola. Não houve avanço na agricultura familiar nos últimos anos, faltam planejamento e políticas adequadas para o setor e os pequenos agricultores estão em situação crítica"... Com certeza ia causar uma revolução!!!
Como diria aquele comentarista esportivo: É brincadeira?
FAAAAALA STALLONE!!!!

Cinco Vezes Favela vence Paulínia / Filme coletivo levou sete prêmios e Leite e Ferro foi eleito melhor documentário

A equipe do filme Cinco Vezes Favela - Agora Por Nós Mesmos comemora no palco do Theatro Municipal
A terceira edição do Festival de Paulínia foi arrebatada por Cinco Vezes Favela – Agora Por Nós Mesmos na noite desta quinta-feira (22), durante a cerimônia de encerramento, que contou com a pre-estreia de 400 contra 1. O longa-metragem de episódios, dirigido por cineastas provenientes de comunidades de morros do Rio de Janeiro, levou sete troféus Menina de Ouro, incluindo o prêmio de melhor filme pelo júri, no valor de R$ 150 mil, e do público. Leite e Ferro, de Cláudia Priscilla, venceu nas categorias de melhor documentário e direção de documentário. Bróder, de Jeferson De, conquistou o prêmio da crítica.
Realizado a partir de oficinas com jovens interessados em fazer cinema, Cinco Vezes Favela contou com a orientação de Cacá Diegues e da produtora Renata de Almeida. O longa embolsou R$ 250 mil por todos os prêmios que recebeu, de um total de R$ 650 mil distribuído pelo festival na premiação. “Estou entrando para a história de Cidade de Deus, bairro onde nasci, que só via cantores e jogadores de futebol se darem bem. Agora tem também atores e diretores de cinema”, comemorou Rodrigo Felha, um dos cineastas do episódio Arroz com Feijão.
Malu de Bicicleta, baseado no livro de Marcelo Rubens Paiva, recebeu três importantes prêmios da noite: melhor direção de ficção (Flávio Tambellini), ator (Marcelo Serrado) e atriz (Fernanda de Freitas). “Dedico esse prêmio ao cinema brasileiro, a todos nós que temos esse sonho”, disse Tambellini no microfone. Muito emocionada, às lágrimas, Fernanda ofereceu o prêmio aos pais (que tiravam fotos na beira do palco).

Brasil é o 3º país mais desigual da América Latina e do Caribe

Dados divulgados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) revelam que o Brasil tem o terceiro pior índice de desigualdade em toda a América Latina e o Caribe. O país está abaixo apenas da Bolívia e do Haiti.
O índice de Gini – que mede o grau de desigualdade de cada nação – ficou em 0,56 no Brasil. Haiti e Bolívia registraram respectivamente 0,59 e 0,6. De acordo com o índice, quanto mais próximo de 1, mais desigual o país.
De acordo com o relatório, a desigualdade no Brasil reduz em 19% o desenvolvimento humano até então alcançado. Em novembro de 2007, o país já ingressava na faixa do alto desenvolvimento humano, mas, no ano passado, voltou a registrar apenas um índice mediano por conta do impacto da alta desigualdade.
A América Latina e o Caribe formam a região mais desigual do mundo, onde estão dez dos 15 países com maior diferença entre ricos e pobres. O índice de Gini para a região como um todo chega a ser 65% maior quando comparado ao de países desenvolvidos como o Canadá e a Alemanha.

Gente inocente / Governo Obama é uma decepção total para os trabalhadores

“Uma decepção total”. É assim, sem meias palavras, que o sindicalista mexicano Ignácio Meneses, radicado na cidade norte-americana de Detroit, define o governo de Barack Obama. Apoiador do candidato democrata em 2008, hoje ele diz não ver qualquer luz no fim do túnel para o país.

Tiro ao povo / SP: Número de mortos em chacinas no Estado já supera o de 2009

O número de mortos em chacinas neste ano no Estado de São Paulo já superou o total de 2009. Com as quatro vítimas baleadas na quinta-feira em um bar do Jaçanã, na Zona Norte da capital, 13 atentados com três ou mais pessoas assassinadas já fizeram 53 vítimas em 2010, contra 51 mortes em 16 chacinas no ano passado. Até julho de 2009, o Estado havia registrado dez crimes do gênero, com 32 mortos.

Mais uma contra o povo / Passagens de ônibus interestaduais terão reajuste no preço a partir deste domingo

A partir deste domingo, as passagens de ônibus de rotas interestaduais e internacionais com percurso menor que 75 Km terão reajuste de 1,195% no preço. No início deste mês, os itinerários mais longos já tinham sido reajustados em 2,134%. Com o aumento, os mais prejudicados serão os moradores de cidades que fazem fronteira com outros estados, como Volta Redonda, Resende, Paraty e Itaperuna. Com os reajustes, a competição entre empresas de ônibus e companhias aéreas vai se acentuar. Dependendo do destino, viajar de avião poderá ser mais barato que de ônibus.

Servidores federais ganham nova ferramenta para reclamação de descontos indevidos

O servidor federal que tiver descontos irregulares no contracheque tem uma forma mais rápida de conseguir a devolução do dinheiro debitado de forma incorreta. Para isso, é necessário preencher um formulário que deverá ser entregue ao setor de recursos humanos do órgão correspondente. O denunciado tem três dias para se defender e, se for culpado, tem mais 30 dias para apresentar a defesa. O chamado termo de ocorrência é um dos únicos mecanismos de defesa do servidor, até o ministério do planejamento lançar o novo sistema de senha eletrônica para a autorização de valores consignados na folha de pagamento.

O [hoje] menos [?] estressado Muricy Ramalho é o novo técnico da seleção brasileira - até quando???

O treinador, de 54 anos, terá a responsabilidade de comandar a renovação da Seleção para a disputa da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.
Segundo Rodrigo Paiva, diretor de comunicação da CBF, Muricy foi convidado, aceitou o cargo, mas ainda irá se reunir com a diretoria tricolor. Em seu contrato com o clube, há uma cláusula que permite rompimento em caso de convite da Seleção.
A pergunta que não quer calar: até quando o hoje menos estressado Muricy vai resistir? Quem viver chorará!!!

O Estado contra o povo / Mães fazem homenagem às vítimas da chacina da Candelária, que completa 17 anos

Hoje é dia de lembrar uma data triste no Rio de Janeiro. Faz 17 anos da chacina da Candelária, dia em que policiais militares assassinaram oito meninos, que dormiam próximo à igreja, no centro do Rio.
Ontem à noite, mães que perderam os filhos nas chacinas e parentes de desaparecidos se reuniram em frente à Igreja da Candelária.
Hoje, elas vão participar de um ato ecumênico em frente à igreja, depois seguem em caminhada para a Cinelândia.

Empresário de Duque de Caxias estava em BMW roubada

Um empresário de Duque de Caxias estava na BMW que, segundo informações do 16º BPM (Olaria), foi roubada por cinco bandidos na manhã desta quinta-feira. O empresário seria vítima de um seqüestro relâmpago quando os ladrões encontraram com o soldado da PM na Estrada do Porto Velho, em Cordovil. Segundo a polícia, os bandidos tentaram roubar o policial que reagiu e foi morto. Logo em seguida, os bandidos abandonaram o empresário no local e fugiram em uma Tukson.