Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Pedágio na Transolímpica começa a ser cobrado a partir de hoje | Radioagência Nacional

A Via Transolímpica começou a cobrar nesta sexta-feira (26) pedágio para os motoristas. O preço autorizado pela prefeitura é de R$ 5,90 para carros. A cobrança é feita tanto na ida como na volta.
O valor é o mesmo cobrado na Linha Amarela e R$ 1,90 mais caro que o pedágio da Ponte Rio-Niterói que é cobrado apenas no sentido Rio.
Quem administra a Transolímpica é a Concessionária ViaRio S.A., formada pelas empresas Invepar, e Odebrecht Transport e CCR.
A via de 26 km de extensão liga Deodoro ao Recreio dos Bandeirantes, ambos na zona oeste do Rio.
A Transolímpica foi aberta nessa quarta-feira (24) sem a cobrança e a partir desta sexta a praça de pedágio principal, em Sulacap, começou a funcionar. O valor mínimo é R$ 2,40 para motos e o preço pode chegar a R$ 35,40 para caminhões de sete eixos.
Além de duas pistas em cada sentido, há uma faixa exclusiva para o BRT Transolímpico.
O empreendimento foi um dos compromissos firmados entre a prefeitura e o Comitê Olímpico Internacional (COI), para os Jogos Olímpicos de 2016.
Durante o evento foi usada de forma exclusiva por carros da família olímpica. Na Paralimpíada não haverá restrições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.