Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Suspeito de ligação com terrorismo trabalhava na polícia do Amazonas | Radioagência Nacional

O homem preso nessa quinta-feira (21), em Manaus, suspeito de ligação com terrorismo, era funcionário da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas. Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo, trabalhou no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) até abril deste ano. Ele era auxiliar administrativo e atuava na área de suporte técnico de serviços de informática. 
Oziris foi preso durante a Operação Hashtag da Polícia Federal que investiga a ligação de brasileiros com o grupo terrorista Estado Islâmico. Ao todo, dez suspeitos foram presos em seis estados. Eles foram transferidos na madrugada desta sexta-feira (22) para a Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Segundo a PF, há indícios de que a quadrilha estaria planejando um atentado durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.
 A Secretaria de Segurança Pública informou que Oziris foi detectado pela Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência quando começou a manifestar ideias radicais. Segundo a SSP, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) foi prontamente avisada e o homem passou a ser monitorado. 
A secretaria também destacou que Oziris não tinha antecedentes criminais e que qualquer pessoa, concursada ou não pode ceder à doutrinação imposta pelo terror fundamentalista. 
No mesmo dia das prisões, o superintendente da Abin, Paulo Arouck, descartou qualquer ameaça real de terrorismo em Manaus durante a realização dos jogos olímpicos na cidade, em agosto. 
A afirmação foi feita nessa quinta-feira, durante a assinatura dos protocolos de ações que serão utilizadas no evento em caso de atos terroristas ou ameaças à segurança da população, turistas e delegações. 
Sete equipes estrangeiras e a seleção brasileira vão jogar em Manaus no mês de agosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.