Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Morre aos 65 anos a cantora norte-americana Natalie Cole | Agência Brasil

A cantora soul americana Natalie Cole, filha do músico de jazz Nat King Cole, morreu na noite de quinta-feira (31) de insuficiência cardíaca, aos 65 anos, num hospital de Los Angeles. A informação é da AFP, citando a imprensa especializada em celebridades. 
A cantora é lembrada como uma artista que construiu uma carreira por mérito próprio, apesar da filiação, e que lutou contra o uso de substâncias ilícitas.
Natalie Cole
Mesmo depois de ter concluído com sucesso, nos anos 1980, um processo de desintoxicação do uso de heroína, cocaína, LSD e álcool, Cole viveu com as consequências do uso reiterado dessas substâncias, tendo sido diagnosticada com Hepatite C, uma doença que a obrigou a um transplante renal em 2009.
Apesar de bem-sucedida, a cantora viveu os últimos anos com complicações de saúde decorrentes desse transplante. Natalie Cole, que nasceu em 6 de fevereiro de 1950, morreu no Hospital Cedar Sinai, em Los Angeles.
Seu maior sucesso, Unforgettable, foi gravado em 1991, para o álbum Unforgettable… With Love, e continua a canção com maior reconhecimento internacional de sua carreira musical. A música é um dueto com o lendário cantor e pianista de jazz Nat King Cole, construído em estúdio, a partir de gravações antigas do músico e compositor, que morreu em 1965.
Numa mensagem divulgada hoje (1º) à imprensa, a família de Natalie Cole recordou o legado da cantora que ganhou nove Grammy (prêmio da indústria musical), fazendo referência ao seu maior sucesso musical: “Sentiremos muito a falta de nossa amada mãe e irmã, que permanecerá inesquecível [unforgettable, em inglês] nos nossos corações para sempre”.
“Natalie lutou de forma corajosa e aguerrida e morreu como viveu: com dignidade, força e honra”, acrescentou a mesma nota da família.
Unforgettable… With Love vendeu mais de sete milhões de cópias só nos Estados Unidos e conquistou seis dos nove Grammy que Natalie Cole ganhou ao longo da carreira, um dos quais o de Álbum do Ano.
Com uma carreira musical muito rica, durante a qual lançou mais de duas dezenas de álbuns, Natalie Cole foi também atriz, com participações em várias séries da TV norte-americanas.
Na sua autobiografia, lançada em 2000, intitulada Angel on My Shoulder, Cole revelou que enfrentou depressões depois da morte do pai, que morreu de câncer de pulmão, quando a cantora tinha apenas 15 anos, e do seu filho, que morreu por afogamento numa piscina.
As complicações de saúde levaram ao cancelamento de shows da cantora agendados para o final de 2015.
Em 2010, Natalie Cole deu show em Olhão, no Algarve, no âmbito da programação da iniciativa Allgarve, de promoção da região.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.