Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Atriz Yoná Magalhães morre aos 80 anos, no Rio de Janeiro

Morreu na manhã desta terça-feira (20), no Rio de Janeiro, a atriz Yoná Magalhães. Ela estava com 80 anos - e tinha sido internada com problemas no coração.
Resultado de imagem para Yoná Magalhães
A televisão ainda nem tinha cores e ela já era uma das grandes atrizes do Brasil. Yoná Magalhães também fez sucesso nos palcos, no rádio, no cinema.
Resultado de imagem para Yoná Magalhães
Em 1964, trabalhou com o cineasta Glauber Rocha no clássico ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’.
“Parece que ele injetava talento, pelo menos em mim. Aquela força, aquela emoção dele. E aí, eu me vi no meio daquela maravilha, daquele monte santo lá, com vento batendo e a expressão. Eu vejo hoje: "Gente, eu fiz isso?”, comentou Yoná em entrevista ao Memória Globo.
Resultado de imagem para Yoná Magalhães
No Teatro Municipal do Rio de Janeiro, participou da peça ‘Vestido de Noiva’, de Nelson Rodrigues.
Mesmo com o talento reconhecido, ela costumava dizer que virou atriz por necessidade.
“Eu estava no meu segundo ano ginasial para o terceiro, aí, a barra pesou um pouco lá em casa, e papai ficou desempregado, nós tínhamos que ajudar. Mamãe começou a costurar pra fora e eu tinha que ajudar de alguma forma também”, conta a atriz na entrevista.
Resultado de imagem para Yoná Magalhães
Yoná Magalhães foi uma das primeiras mocinhas das novelas da Globo. Em "Eu Compro essa Mulher", de 1966, fez par romântico com o galã Carlos Alberto. Foi tão intenso que acabou em casamento na vida real.
“A dupla romântica com Carlos Alberto casou muito bem, aconteceu muito bem essa dupla. A gente, ele é um homem muito bonito e as mulheres ficaram encantadas. Causava grande sensação, foi um frisson”, diz Yoná na entrevista.
Resultado de imagem para Yoná Magalhães
Na década de 1980 ela foi um dos destaques em Roque Santeiro como a dona da boate. E aos 50 anos de idade não era só a atuação que chamava a atenção na época.
“Eu comecei a usar as malhas, as coisas, o autor achou legal e tal, o diretor também, então seguimos em frente. E aí começou aquela coisa: "Ih, a Yoná, olha a Yoná está de malha, olha a perna!", relembra a atriz ao Memória Globo.
Ela fez mais de 30 novelas na Globo: Saramandaia, despedida de Solteiro, Senhora do Destino. E a última: Sangue Bom.
“Eu tenho muito orgulho de ter participado de telenovelas, de minisséries, que atestam a extraordinária qualidade da teledramaturgia brasileira. Essas obras, elas são, são aceitas, são reconhecidas com muito sucesso no mundo inteiro” comentou a atriz.
Yoná Magalhães tinha problemas cardíacos. Passou por uma cirurgia no dia 18 de setembro e tentava se recuperar na UTI da Casa de saúde São José, no Rio de Janeiro. Morreu nesta terça-feira (20) às dez da manhã por causa de complicações no pós-operatório.
Carioca do subúrbio, do bairro Lins de Vasconcelos, ela será lembrada pelo talento, pela versatilidade e beleza.
Yoná Magalhães viveu 80 anos e 60 deles para enriquecer a dramaturgia brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.