Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Dia do Médico Veterinário

9 de Setembro

No dia 9 de setembro de 1932, por meio do Decreto nº 23.133, o então Presidente Getúlio Vargas normalizou a atuação do médico veterinário e o ensino da profissão no país. Em função disso, a data passou a ser comemorada como o Dia do Veterinário. No entanto, já existiam escolas de veterinária no Brasil: a escola de Veterinária do Exército, fundada em 1914, e a escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária, fundada em 1913; ambas no Rio de Janeiro.
A partir de 1940, para o exercício da profissão passa a ser exigido o registro do diploma na Superintendência do Ensino Agrícola e Veterinário do Ministério da Agricultura, órgão fiscalizador da profissão. Vinte e oito anos depois, com a lei de criação dos Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária, a função de fiscalizar o exercício da profissão foi transferida aos conselhos.
Os mesmos passaram a ser os responsáveis pelo registro profissional. Áreas de atuação – O médico veterinário pode atuar em clínica e cirurgia de animais domésticos, silvestres e de rebanhos. Pode também trabalhar nas indústrias de produtos para animais, acompanhando a produção de alimentos, rações, vitaminas, vacinas e medicamentos, bem como no manejo e conservação de espécies, estudando a reprodução e conservação de animais silvestres em cativeiro, para implantar projetos em reservas naturais.
O profissional pode ainda fazer controle de saúde de rebanhos em propriedades rurais ou fiscalizar os estabelecimentos que vendem ou reproduzem animais, além de fazer melhoramentos de qualidade dos rebanhos por meio de tecnologia adequada.
Fonte: www.cidadaopg.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.