Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Homenagem ao Duque de Caxias / 25 de agosto

Por/Cristina Garcia

Em 25 de agosto de 1803, na cidade de Porto Estrela, no estado do Rio de Janeiro, em uma família digníssima aporta mais uma estrela. Nascia Luiz Alves de Lima e Silva… Duque de Caxias. Pura vocação militar. Também pudera, de sua família em três gerações, graduaram-se onze generais. Criança como todas, até os cinco anos de idade, depois militar o resto da vida. Um militar honrado, responsável, tinha um amor imensurável à pátria amada, soldado destemido, valente, tomou parte ativa nas lutas após a independência.
Comandou com brilhantismo e determinação nosso Exército nas guerras contra Oribe e Rosas, também na Guerra do Paraguai. Debelou com êxito os conflitos e revoltas que se formavam de Norte a Sul do Brasil. Foi um autêntico patriota, cidadão de exemplos memoráveis. Incansável defensor da terra em que nasceu. Político hábil, administrador sábio, pacificador sereno, mas firme como a rocha secular.
Por tantas guerras e batalhas vencidas, galgou todos os degraus da hierarquia militar e lá em cima, nossa estrela brilhou como “Marechal do Exército”. Foi eleito patrono do Exército Brasileiro. (Decreto no 51.429 de 13/03/62).
Seu exemplo será sempre seguido fielmente pelos nossos jovens, que se orgulham de fazer parte desta admirável corporação. Aqui em Rondonópolis eu sinto o quanto os oficiais, sargentos e recrutas amam e honram suas fardas.
Na hora do desfile de sete de setembro, ou outra comemoração que se faça no quartel, as pisadas firmes no chão, nos mostram a determinação e a altivez de um povo soberano.
Nosso herói foi Duque, foi Conde, foi Barão. Ser humano maravilhoso que comandava milhares de homens com um pulso de ferro, mas um coração manso e fraterno.
Na data de seu nascimento, 25 de agosto, comemoramos com a maior alegria o “Dia do Soldado” e relembramos com saudade e gratidão de todos os soldados de todas as corporações que lutaram por nós e hoje velam por nós no céu.
(*) Cristina Garcia é acadêmica do Curso de Pedagogia – CESUR - E-mail: mgag1910@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.