Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

domingo, 12 de julho de 2015

Dia do Engenheiro Florestal

12 de Julho

Dia do Engeheiro Florestal
O engenheiro florestal está diretamente ligado à natureza em seu ofício: é ele quem estuda e planeja a exploração dos recursos florestais, para encontrar o modo adequado e mais racional de aproveitá-los, com o menor risco ambiental possível.
Ele vai trabalhar não só prevenindo mas consertando o desgaste causado pelo próprio homem, encontrando uma forma de reparar ou mesmo permitir, de maneira controlada, atividades predatórias nas florestas, quando existe importância econômica para os países, como por exemplo a extração de madeira (para ser utilizada pelas indústrias).

Em que trabalha

O engenheiro florestal tem um vasto campo de atuação. Ele estuda e faz projetos para a preservação dos recursos renováveis e para a conservação de ecossistemas.
Além de elaborar relatórios de impacto ambiental das atividades humanas em áreas de florestas, pode planejar e executar obras e serviços técnicos em engenharia rural em construções para fins florestais.
Ele também estuda e faz projetos de aproveitamento racional de florestas e de reflorestamento, fazendo inventário florestal para manejo e melhoramento de florestas naturais e plantadas, pesquisando até a produção de sementes e de mudas para melhorar as características das plantas. Na indústria de móveis, de papel e celulose, por exemplo, elabora os projetos de plantio e reflorestamento das espécies mais adequadas.
Também poderá atuar em atividades ligadas à ecologia e defesa sanitária, administração e desenvolvimento de estudos para preservar e conservar os parques e reservas naturais e, é claro, atividades de ensino e pesquisa ligadas à sua área de formação.
A profissão está reconhecida por Lei sob o Parecer nº 2.709/76 - Decreto nº78.631, de 27/10/76.

Onde Trabalha

O engenheiro florestal pode ser um profissional autônomo, desenvolvendo seu trabalho em qualquer lugar. Pode trabalhar em órgãos públicos, em instituições de ensino superior, em instituições de pesquisa e no setor privado (dentro de indústrias de papel e celulose e de madeira).

O que Estuda

O curso de Engenharia Florestal fornece uma sólida base em ciências biológicas, mas o conhecimento das ciências exatas e humanas, assim como os conceitos de ética e ecologia, também são fundamentais para o futuro engenheiro.
O aluno aprenderá sobre os ecossistemas terrestres, especialmente os ecossistemas florestais e as realidades socioeconômicas relacionadas a eles. Para isto, também deverá conhecer o manejo de máquinas e equipamentos, além dos processos de transformação industrial de recursos de origem florestal.
Na grade curricular do curso, há as matérias básicas, correlatas e profissionalizantes. Entre as básicas, estudam-se Estatística Descritiva, Noções de Amostragem, Termodinâmica, Mecânica, Genética, Bioquímica, Microbiologia, Botânica, entre outras.
As matérias correlatas incluem Ecologia Geral e Florestal, Antropologia, Sociologia, Legislação Florestal, Ecologia Humana, por exemplo.
As matérias profissionalizantes, que estão mais diretamente ligadas à atividade do Engenheiro Florestal, são: Topografia, Manejo e Conservação de Solos Florestais, Incêndios Florestais, Implantação de Florestas, Sistemas Agroflorestais, Hidrologia Florestal, Conservação Florestal, etc.
Fonte: www.ibge.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.