Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

segunda-feira, 7 de março de 2016

Dia Do Fuzileiro Naval

7 de Março

Força integrante da Marinha, os fuzileiros navais são responsáveis pela segurança dos interesses navais do país. Eles são treinados para o combate e posicionamento tático tanto na água como na terra. Por isso, também são chamados de "anfíbios".
As primeiras tropas de soldados marinheiros - a Brigada Real da Marinha de Portugal - vieram para o Brasil em 1808, junto com a família real portuguesa, que fugia de Portugal. Ao longo da história, foram recebendo vários nomes até que, a partir de 1932, foi mantido o nome de Corpo de Fuzileiros Navais.
Houve alguns episódios na história em que sua participação se fez necessária: as batalhas na Guiana Francesa, que garantiram para o Brasil o estado do Amapá; as lutas para consolidar a Independência e República; as campanhas do Prata e a Segunda Guerra Mundial. Os fuzileiros navais ajudaram, recentemente, as Organizações das Nações Unidas (ONU) em El Salvador, Moçambique, Honduras, Bósnia, Ruanda, Peru e Equador, bem como ainda estão presentes no Timor Leste, na Libéria, na Costa do Marfim e na missão de paz no Haiti.
Embora o Brasil seja um país pacífico, precisa de uma tropa capaz de agir com rapidez diante de qualquer emergência. O Corpo de Fuzileiros Navais ganha especial importância em razão da grande extensão do nosso litoral e das redes hidrográficas.
Para se tornar um fuzileiro naval, o candidato precisa ter boa resistência física. Os treinamentos são rigorosos e extensos. O bom desempenho nas atividades físicas conta como ponto para a ascensão na carreira. A conduta dos candidatos também é um critério de promoção e de participação em cursos e especializações. O candidato fuzileiro precisa, portanto, ter um bom histórico profissional e moral.
O lema do Corpo de Fuzileiros Navais é "Ad sumus", que significa "Estamos presentes" ou "Aqui estamos". Reflete o compromisso de cada fuzileiro de estar sempre a postos, preparado para proteger a segurança, o patrimônio e a integridade da Nação.
Fonte: www.paulinas.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.