Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sábado, 24 de janeiro de 2015

Morre a atriz Maria Della Costa

Maria Della Costa morreu aos 89 anos (Foto: Divulgação/Prefeitura de Paraty)
O corpo da atriz Maria Della Costa, que morreu no último sábado, aos 89 anos, no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, foi velado neste domingo (25/1), no Theatro Municipal, de onde seguirá para a cidade de Paraty, para ser sepultado.
Nascida Gentile Maria Marchioro, a gaúcha Maria Della Costa teve sua impotância reconhecida no processo de modernização do teatro brasileiro. Responsável pelo lançamento de novos talentos, entre eles Fernanda Montenegro e Sérgio Britto, em 1954 abriu um teatro com seu nome em São Paulo. Ela começou a carreira aos 18 anos, em 1944.
Durante anos, ela e o segundo marido, Sandro Polloni, mantiveram no município da Costa Verde do estado a Pousada Coxixo, vendida em 2011 a um grupo hoteleiro. Com Polloni, Maria fundou, em 1948, no Rio, o Teatro Popular de Arte, que originou a Companhia Maria Della Costa, baseada em São Paulo.
Em nota divulgada hoje, a secretária de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, Eva Doris Rosental, ressaltou a importância da atriz. "O teatro brasileiro deve muito a Maria Della Costa. Belíssima, forte e empreendedora, Maria foi uma espécime rara nas artes brasileiras. Uma mulher à frente do seu tempo. Ela era uma estrela e uma grande atriz, mas era também uma realizadora dedicada, antenada no mundo inteiro. Maria levou nosso teatro ao mundo e, com sua companhia, fez as primeiras montagens aqui de obras inéditas de grandes dramaturgos. Além disso, estimulava novos talentos que ia descobrindo, como Sérgio Britto e Fernanda Montenegro".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.