Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Após 4 horas de velório, corpo do poeta Manoel de Barros é enterrado - notícias em Mato Grosso do Sul

Corpo do poeta Manoel de Barros é enterrado em Campo Grande MS (Foto: Gabriela Pavão/G1 MS)
Caixão do poeta Manoel de Barros (Foto: Gabriela Pavão/G1 MS)


Após quatro horas de velório, o corpo do poeta Manoel de Barros foi enterrado, às 18h20 (de MS) desta quinta-feira (13), no cemitério Parque das Primaveras, em Campo Grande. O sepultamento foi precedido pela celebração das exéquias presidida pelo padre Gildásio Mendes, da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). O rito durou cerca de meia hora.

Corpo do poeta Manoel de Barros é enterrado em Campo Grande MS (Foto: Gabriela Pavão/G1 MS)
Familiares e amigos acompanham sepultamento
(Foto: Gabriela Pavão/G1 MS)
O caixão do poeta foi fechado às 18h10. Em seguida, Centenas de pessoas entre familiares, amigos e admiradores do poeta seguiram atrás do caixão, em silêncio, da capela até o local onde ele foi enterrado. Na hora do enterro, houve forte e longa salva de palmas. Flores foram colocadas sobre o túmulo do poeta.




Velório
Familiares, amigos e fãs foram ao local para
dar o último adeus ao poeta. A filha Martha de Barros afirmou ao G1 que é um sentimento de que ele descansou e que ele deixou uma obra linda. Tímida igual ao pai, Martha recitou um dos versos que ele mais gostava. “Do lugar onde estou, já fui embora”. Ela agradeceu carinho de todos.

Única irmã do poeta, Eudes de Barros Baltar, de 88 anos, destacou que Manoel era um irmão maravilhoso. "Vou ter saudades da pessoa, do sorriso, dos conselhos, de tudo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.