Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 29 de julho de 2014

Mãe confessa ter matado menino encontrado dentro de sofá

Belo Horizonte (Iberité) -  A mãe do menino de 2 anos encontrado morto dentro de um sofá confessou o crime em depoimento à polícia nesta segunda-feira (28). A criança estava desaparecida desde o dia 24 de julho, e o corpo foi achado na casa dos tios, que estavam viajando, conforme noticiou o portal de notícias da Globo, o 'G1'.
De acordo com a publicação, a mãe, de 19 anos, foi presa em flagrante por ocultação de cadáver, e a morte do garoto será investigada. A causa do assassinato não foi divulgada. A Polícia Civil não informou onde a jovem vai ficar detida.
Segundo a Polícia Militar, os tios moram no mesmo terreno da família da vítima. Eles disseram à polícia que estavam viajando e que, quando chegaram, sentiram um cheiro estranho. Ainda segundo o relato do tio à polícia, ao entrar na casa, a mulher dele viu uma poça semelhante a sangue debaixo do sofá e saiu correndo para chamá-lo. Neste momento, perceberam o mau cheiro. Eles contaram que o móvel foi removido do lugar e o corpo, descoberto. Keven Gomes Sobral foi reconhecido por causa das roupas que usava. No dia 24, os pais do garoto denunciaram o desaparecimento, e o Corpo de Bombeiros chegou a entrar na casa dos tios, mas não encontraram a criança.
Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, por causa do estado de decomposição, não foi possível ver se havia marcas de violência pelo corpo, que foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML), em Betim, na Grande BH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.