Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quinta-feira, 27 de março de 2014

UNIDADES TERÃO QUE DAR INFORMAÇÃO SOBRE PROCEDÊNCIA DE PRÓTESES

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (27/03), em segunda discussão, o projeto de lei 1.300/12, de autoria do deputado Waguinho (PMDB). Ele torna obrigatória a informação ao paciente sobre todos os dados de procedências das próteses implantadas, incluindo fabricante e numeração do lote, das próteses de silicone. Ficam ainda hospitais, clínicas e estabelecimentos congêneres, públicos e privados, obrigados a afixarem placas alertando sobre a obrigatoriedade da informação do citado texto. “O projeto é importante no rastreamento dos pacientes implantados quando surgem fatos graves, como o já ocorrido com as próteses PIP, que tiveram suas vendas suspensas”, justifica o deputado. O projeto segue agora para o governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar o texto.

Fernanda Galvão
Diretoria Geral de Comunicação Social 
da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.