Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

MULHERES PODERÃO TER VAGÕES EM TEMPO INTEGRAL

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (19/02), em primeira discussão, o projeto de lei 662/11, de autoria dos deputados Samuquinha (PR) e Thiago Pampolha (PSD), que altera o artigo 1º da Lei 4.733/06. A norma obriga as empresas do sistema ferroviária e metroviário a destinarem vagão exclusivo para mulheres. Pela nova redação, as empresas teriam que oferecer a composição em horário integral, e não mais nos picos matutino (6h às 9h) e vespertino (17h às 20h), como diz o texto original. Na justificativa do projeto, os deputados alegam que “diante da realidade dos sistemas ferroviário e metroviário” é necessário “assegurar de maneira mais ampla e ostensiva a dignidade e integridade física das mulheres”, uma vez que a demanda pelo transporte aumentou.

Fernanda Galvão
Diretoria Geral de Comunicação Social 
da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro
2588-1153 / 99433-3994 / 99726-0409 / 98890-6652

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.