Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

COMISSÃO DO TRABALHO VOLTA A DEBATER IRREGULARIDADES DO GRUPO GALILEO

A Comissão de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) realizará uma audiência pública nesta quarta-feira (18/12), às 14h, no Auditório Senador Nelson Carneiro, para discutir os prejuízos causados a professores, alunos e funcionários da Universidade Gama Filho e UniverCidade, em decorrência das irregularidades pelo Grupo Galileo Educacional. O colegiado é presidido pelo deputado Paulo Ramos (PSol), que também esteve à frente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou denúncias contra as universidades particulares do estado. "Acreditávamos que depois da CPI os problemas caminhariam para uma solução. Mas o grupo começou a praticar os mesmos atos dos antecessores, e agora a situação se agravou. São salários atrasados e não repasse dos encargos sociais", afirmou Ramos.
Para o encontro, foram convidados o deputado Robson Leite (PT), que relatou a CPI; os procuradores do Ministério Público do Trabalho Carina Bicalho e Cássio Luís Casagrande; o procurador-chefe do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, Guilherme Guedes Raposo; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho, desembargador Carlos Alberto Araújo Drummond; o presidente da OAB/RJ, Felipe de Santa Cruz, e o procurador-geral da Justiça do Ministério Público do Estado do RJ, Marfan Martins Vieira. Também foram chamados o provedor da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Mendes de Almeida; o presidente do Sindicato dos Auxiliadores de Administração Escolar do Estado do RJ, Elles Carneiro Pereira; o professor da Gama Filho Jorge Amaral; o presidente do Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (SinproRio), Wanderley Quêdo, e Adenor Gonçalves e Alex Klyemann de Farias, respectivamente, controlador e presidente do Grupo Galileo Educacional.  




Pedro Motta Lima
Diretoria de Comunicação Social da Alerj

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.