Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

CEDAE ANUNCIA TROCA DE 600 QUILÔMETROS DE TUBULAÇÕES DE ÁGUA

Até o final de dezembro deste ano será divulgada, pela Companhia Estadual de Água e Esgoto (Cedae), a lista com as ruas beneficiadas no projeto que prevê a implantação de novas redes de abastecimento de água na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O prazo foi anunciado durante a audiência da Comissão de Obras Públicas da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta terça-feira (03/12). “A gente fica um pouco mais otimista pelo fato do presidente da Cedae, Wagner Victer, se comprometer a licitar essas obras ainda esse mês. Esperamos que a população comece a ser atendida no início do ano que vem”, afirmou o presidente da comissão, deputado Pedro Fernandes (Solidariedade).
Segundo a Cedae, serão substituídos 600 quilômetros da rede de abastecimento de água do estado, num prazo de 24 meses. Cerca de 400 mil habitantes serão beneficiados com o projeto, de acordo com o presidente da instituição. Na obra serão gastos R$140 milhões. Esta é a segunda etapa do projeto. Victer explicou que, em 2007, 400 km de tubulação foram trocados. “Já fizemos a primeira fase, agora vamos iniciar a licitação para a obra de mais 600 km. Então são quase mil quilômetros de substituição de rede. Esse é o maior programa de troca de rede feito na história da empresa, mais do que foi investido nos últimos 40 anos”, ressaltou o presidente. Para Victer, a obra traz benefícios significativos e reduz a falta de água em uma série de bairros.
Durante a audiência, a Cedae apresentou os critérios que serão levados em consideração para eleger as ruas contempladas com a obra. Constantes reclamações, número elevado de vazamentos, função de desempenho hidráulico e impossibilidade de desobstrução serão os pontos avaliados para a seleção. No entanto, o deputado Pedro Fernandes mostrou preocupação com relação à ordem em que as ruas serão atendidas. “O que nós temos que trabalhar e cobrar são os critérios dessas obras, quais ruas serão contempladas primeiro. O ano que vem é eleitoral e não vamos aceitar que essas escolhas sejam eleitoreiras, mas sim que realmente as obras aconteçam nos locais que mais precisam”, finalizou o deputado. Também estiveram presentes à audiência os deputados Dionísio Lins (PP)Dica (PMDB) Coronel Jairo (PMDB).
(texto de Buanna Rosa)



Pedro Motta Lima
Diretoria de Comunicação Social da Alerj

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.