Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

DIRETOR DA FAPERJ DEFENDE INTEGRAÇÃO COM MICROEMPRESÁRIOS

Buscar parcerias com micro e pequenos empresários na geração de conhecimento. O movimento foi defendido durante reunião da Câmara Setorial de Tecnologia do Fórum de Desenvolvimento Permanente do Estado, realizada nesta sexta-feira (08/11). Diretor de Tecnologia da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), o professor Rex Nazaré Alves disse que a aproximação entre o Fórum e a instituição que representa pode ajudar a divulgar o trabalho que é feito na área da pesquisa científica. "Precisamos, através do Fórum, divulgar aos micro e pequenos empresários da área de inovação esse trabalho feito pela Faperj. Eles são o alicerce do desenvolvimento tecnológico, e o fazem sem apoio da universidade ou das grandes empresas. Com isso conquistaremos melhores resultados", ponderou.
Também foi apresentado durante a reunião o programa Prioridade Rio, realizado pela Faperj em conjunto com as secretarias de estado. Através deste programa, a Faperj convoca as secretarias para selecionar as prioridades de cada pasta e, baseando-se nessas demandas, a fundação formula editais de financiamento que beneficiam apenas pesquisadores com vínculo funcional e empresas sediadas no Estado do Rio. No ano de 2012 foram R$ 8 milhões em financiamentos através da iniciativa. "Hoje há um investimento massivo do Estado na área de inovação e pesquisa, principalmente em relação a micro e pequenos projetos. Cabe ao Fórum ter conhecimento de como estão sendo feitos esses investimentos e, junto às secretarias de estado, trazer ideias e sugestões para aperfeiçoar esse fomento", definiu a subdiretora-geral do Fórum, Geiza Rocha, que mediou a reunião.



Pedro Motta Lima
Diretoria de Comunicação Social da Alerj
(21) 2588-1627 / 2588-1404

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.