Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

COMISSÃO QUER GRUPO DE TRABALHO PARA DISCUTIR TOLERÂNCIA RELIGIOSA

O presidente da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Robson Leite (PT), anunciou, em audiência pública realizada nesta sexta-feira (25/04), que vai montar um grupo de trabalho para discutir a diversidade cultural e a tolerância religiosa no estado. "Foram colocadas aqui muitas questões sobre as constantes violações contra terreiros de candomblé até mesmo em comunidades pacificadas", afirmou. Para o petista, "debater a questão da intolerância religiosa é fundamental".
Segundo Robson Leite, cuidar das comunidades quilombolas também é um papel da comissão. "Ainda hoje, essas comunidades têm sido frequentemente ameaçadas pela mesma intolerância que atinge as várias religiões que têm dificuldade em realizar seus cultos", explicou o parlamentar.
Para o professor Ângelo de Katende, do Programa de Estudos e Pesquisas das Religiões (Proeper) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a educação é o principal caminho na luta pela liberdade religiosa, especialmente dos grupos de matriz africana. "Quando há o processo de educação bem elaborado e estendido a todas as camadas sociais, formamos cidadãos que podem entender as políticas públicas de uma forma muito mais profunda", disse.
Também participaram da reunião Fernanda Buarque, da Coordenadoria de Identidades Culturais da Secretaria de Estado de Cultura, e Fábio Lima, representante da regional do Ministério da Cultura no Rio de Janeiro, além de representantes de movimentos sociais organizados.



Pedro Motta Lima
Diretoria de Comunicação Social da Alerj
(21) 2588-1627 / 2588-1404

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.