Carregando...

Translate

AGÊNCIA BRASIL NA COPA

AGÊNCIA BRASIL NA COPA
CLIQUE NA IMAGEM
ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

Blog Rádio Campinarte / Apresenta - O Show do Comércio

26 de fev de 2011

Carnaval 2011 / Santa Cruz da Serra – Ensaio Técnico da Grande Rio

As poderosas lentes do nosso Observatório Comunitário captaram sábado (26/02) na Avenida Automóvel Club em Santa Cruz da Serra o ensaio técnico do G.R.E.S. Acadêmicos do Grande Rio.

Como todos sabem a escola de Caxias foi a mais prejudicada com aquele incêndio na Cidade do Samba.
Mas, apesar dos pesares, o que as nossas lentes captaram nesse ensaio técnico em Santa Cruz da Serra foi muita animação e muita garra de todos os componentes e diria que o grande destaque ficou por conta do carinho do grande público que compareceu para prestigiar o último ensaio técnico da Grande Rio. Confira as imagens:

Nova Campinas / Escola de Samba Mirim - Arco-Íris da Vida / Nota de Esclarecimento

Infelizmente este ano nosso projeto da Escola de Samba Mirim Arco-íris da Vida não estará no carnaval 2011, nos restou aguardar e manter a esperança do registro e CNPJ através de processo que se encontra junto à ALERJ (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), um momento de tristeza e mais uma vez a confirmação da realidade e a necessidade da confirmação profissional.
Texto: Jorge Luiz do Nascimento Costa / Confira na Revista digital JN ILHA FANTASY

Biblioteca Comunitária / Associação do Bairro e Amigos do Jardim Anhangá

As poderosas lentes do nosso Observatório Comunitário captaram sábado (26/02) a Biblioteca Comunitária da ABAJA em funcionamento desde agosto de 2010. Essa biblioteca conta com um acervo de mais de 1500 livros catalogados.
Segundo Amós Ribeiro (foto), 66 anos, secretário voluntário da entidade a biblioteca está aberta para receber doações de livros, revistas, etc.
A sede da ABAJA fica na Rua XX, / Qd. 55 / Lt. 12 no Jardim Anhangá na localidade conhecida com Sem-Terra.
Telefone de contato para doações: (21) 7458-3345.
Horário de visitação - Segunda a Sexta-Feira das 09:00 às 17:00 hs.
Confira no vídeo abaixo o depoimento de Amós Ribeiro

video

25 de fev de 2011

Rádio Campinarte Apresenta / Cantinho da Seresta / Especial Walter Guimarães

O Cantinho da Seresta é uma criação de A. J. Santos e durante dois anos (2001/2002) foi ao ar pelas ondas da extinta 97,7 FM (Rádio Comunitária de Nova Campinas - Duque de Caxias – RJ)
Além de apresentar os grandes ícones da seresta o programa abria espaço para os seresteiros da região.
Uma vez por mês no salão de festas do Carícia Piscina Clube (Nova Campinas) o Cantinho da Seresta era apresentado ao vivo ao melhor estilo das grandes serestas do Brasil com direito a regional, distribuição de brindes e muitos convidados.
O programa de hoje apresenta um especial com Walter Guimarães. Seresteiro consagrado em todo território nacional, Walter Guimarães durante muitos anos foi morador de Nova Campinas.
É uma figura muito popular, muito querida por todos e esse especial nada mais é que uma pequena homenagem a esse amigo, seresteiro e maravilhoso cantor – Walter Guimarães.
Na seqüência ouviremos: A volta do boêmio / Tempos de Criança / Negue / Ronda

Moradores de Duque de Caxias prometem desfile inesquecível

Cultura nordestina é destaque em Duque de Caxias

Lotéricas e agências dos Correios podem cambiar moedas estrangeiras

Já pensando na Copa do Mundo de 2014, nas Olimpíadas de 2016 e nos turistas que vão estar no Brasil, o governo liberou: lotéricas e agências dos Correios poderão comprar e vender moedas estrangeiras até o limite de US$ 3 mil. Qualquer moeda até esse limite. Bom Dia Brasil - Confira

24 de fev de 2011

LIXO EXTRAORDINÁRIO « à la vonté

Vik Muniz é um artista plástico brasileiro conceituado no exterior. Seus trabalhos utilizam objetos para configurar suas fotografias. Adentrou as casas dos brasileiros com a abertura da novela Passione, realizada com Hans Donner e alunos da ONG Spetaculu. Em Lixo Extraordinário, os espectadores acompanham o artista realizando um trabalho com catadores de materiais recicláveis do Aterro de Jardim Gramacho em Duque de Caxias (RJ), o maior da América Latina e que será fechado em 2012. O longa foi premiado em Sundance e Berlim.
O documentário acompanha Vik conhecendo o lixão e suas possibilidades. Lá ele conhece os catadores e suas histórias; escolhe os modelos e tira suas fotos. Em uma segunda etapa, ele realiza a transposição das fotos através dos materiais recolhidos por eles mesmos. Livre de demagogias, o trabalho que Vik realiza no local tem um desdobramento do que a arte é capaz de realizar com pessoas sem perspectivas de vida. Mudanças reais aconteceram na vida das pessoas que se envolveram no projeto, como uma das mulheres que largou o marido porque se deu conta de que era muito pra ele – o marido maltratava e explorava a mulher -. Leia a matéria completa

Aumento de 15,34% nas arrecadações de tributos federais

Exposição traz fotos inéditas da intimidade da antiga família real

Uma coleção de fotos da família real no Brasil está permitindo aos brasileiros conhecer a rotina e a intimidade dos integrantes da Corte. As imagens expostas no Rio estavam guardadas há mais de 100 anos.
Dom Pedro II parecia sisudo, mas não era. Aberto a novidades e apaixonado por fotografia, fez um álbum de família junto com a princesa Isabel e seus descendentes.
A pintura a óleo ainda era a principal referencia da Corte, mas Dom Pedro já queria ser fotografado enquanto posava para um pintor em 1865.
Uma exposição apresenta pela primeira vez 150 fotografias originais e negativos em vidro de fotógrafos brasileiros e europeus escolhidos pelo imperador.
O acervo pertence a Dom João de Orleans e Bragança, tetraneto de Pedro II, fotógrafo e também curador da exposição.
“A fotografia na época era parte de um século, o século XIX, de mudanças no mundo. Era você fotografar, você gravar a realidade. Não uma pintura, que pintava de acordo com o olho do pintor e do pintado. E Dom Pedro II quis que o Brasil não perdesse esse trem”, conta o herdeiro.
A imperatriz Teresa Cristina aparece de costas, era uma foto ousada para a realeza naquela época. E era também um registro da disposição dessa família em mostrar o que havia por trás das aparências.
O que se vê são vários momentos da vida privada dessa família, como a princesa Isabel, filha de Dom Pedro II, trocando afeto com os filhos e o marido. As crianças brincam como em qualquer família. Fotos bem comportadas, mas incomuns para outras Cortes do século XIX.
“Eu acho que aqui há um traço brasileiro, um traço tropical. Você tem uma família imperial que tem um grande despojamento. Transparece em muitos momentos, primeiro a família e, secundariamente, a sua condição de família imperial”, explica o coordenador do Instituto Moreira Salles, Sérgio Burgi. Jornal Nacional - Confira

Carnaval / 2011 - Campinarte dá a dica / Bloco Atrás da Máscara Negra: Os Foliões do Engenho

Vereadores de Duque de Caxias presos são transferidos

Dois vereadores de Duque de Caxias (RJ) e dois supostos milicianos presos durante a Operação Capa Preta foram transferidos ontem para o Presídio Federal de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. O pedido de transferência foi feito Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). O subprocurador-geral de Justiça pediu a transferência devido à suspeita de participação dos acusados em uma série de crimes, incluindo dois homicídios, cometidos depois da operação, realizada em dezembro do ano passado.
A transferência dos quatro presos contou com a colaboração do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Antes, o vereador Jonas Gonçalves da Silva e o soldado da Polícia Militar (PM) Angelo Sávio Lima de Castro estavam no Batalhão Especial Prisional (BEP) da PM. Já o vereador Sebastião Ferreira da Silva e o ex-policial Eder Fábio Gonçalves da Silva estavam presos no Complexo Penitenciário de Gericinó. A decisão da Seção Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) prevê a permanência deles em Campo Grande pelo prazo inicial de 360 dias.
De acordo com a investigação que deflagrou, em 21 de dezembro, a operação da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco-IE) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do MPRJ (Gaeco), a milícia "Família É Nós" era a mais bem estruturada de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo o MP-RJ, mesmo presos e respondendo à ação penal pelo crime de quadrilha armada, os líderes do grupo continuaram agindo para cooptar, coagir e matar autoridades e testemunhas que prestaram declarações contra eles. Confra - Estadao.com.br

Funkeira Verônica Costa é acusada de torturar marido, no Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, a funkeira e ex-vereadora Verônica Costa está sendo acusada pelo crime de tortura. A denúncia foi feita pela família de seu marido, Márcio Costa.
Márcio está internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital particular da Zona Norte do Rio de Janeiro com queimaduras de segundo grau em várias partes do corpo.
De acordo com o pai de Márcio, os ferimentos foram provocados por Verônica Costa. Ele contou a polícia que na noite da última segunda-feira (21), Márcio, de 34 anos, estava no quarto do casal, quando Verônica chegou com quatro pessoas da família dela. O homem teria sido amarrado e trancado em um banheiro e, depois de passar mais de 20 horas trancado em casa, conseguiu fugir, pular um muro e se esconder na casa de vizinhos.
Márcio contou que Verônica Costa suspeitava que ele tivesse uma amante, e tivesse roubado dinheiro da campanha dela em 2010. Ela disputou a eleição para deputada estadual, mas não se elegeu.
Verônica Costa foi procurada pela produção do ‘Bom Dia Brasil’, mas não atendeu. Ela está sendo acusada de tortura e será convocada pela polícia para prestar esclarecimentos. Bom Dia Brasil - Confira

Senado aprova o mínimo de R$ 545; reajuste passa a ser por decreto

Acabou a discussão. Foi aprovado o novo salário-mínimo de R$ 545. Foi uma vitória folgada sem nenhuma mudança. O novo mínimo deve entrar em vigor já a partir do próximo dia 1º.
Como agora existe a regra, durante os próximos quatro anos o mínimo vai ser reajustado pela inflação do ano anterior mais o PIB, a soma de tudo que é produzido na economia do país, de dois anos atrás. Por isso, já dá para fazer a conta. Em janeiro do ano que vem, o salário-mínimo deve chegar a cerca de R$ 620. Bom Dia Brasil - Confira

Ministério da Educação anuncia reajuste de piso para professores

O Ministério da Educação anuncia nesta quinta-feira (24) o piso nacional para o salário dos professores. O reajuste vai ser de quase 16%: subiu para R$ 1.187. Bom Dia Brasil - Confira

23 de fev de 2011

PR: vereador é condenado por usar cargo para pedir empregos

O vereador de Londrina (PR) Joel Garcia (PTN) foi condenado por improbidade administrativa pela Justiça Estadual do Paraná na terça-feira
De acordo com a ação, de 2009, Garcia teria pedido um cargo de estagiária no Procon de Londrina para a filha de um cabo eleitoral.
O processo, julgado no 7º Ofício Cível de Londrina, determinou a perda de mandato, dos direitos políticos por três anos e o pagamento de multa de R$ 10 mil.
Após a condenação, Garcia afirmou à imprensa local que vai recorrer em outras instâncias. O vereador responde a outros processos na Justiça, um dos quais o levou a prisão entre 29 de janeiro e 24 de março do ano passado. (Fonte - Terra)

Crack é fritar o cérebro!

Fiscalização volta às aulas

Arte e Cultura na Prevenção do Uso de Crack e Outras Drogas

GRANDE RIO 2011 SAMBA CAMPEÃO

Samba da Mangueira para o Carnaval 2011 escrito por Alemão do Cavaco (Grupo Dose Certa) e outros compositores on Vimeo

Abraço quer criação de subsecretaria de Rádio Comunitária no Minicom

A direção da Associação Brasileira de Rádio Comunitária (Abraço) entregou uma pauta de reivindicações com 13 itens ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, em reunião nesta segunda-feira (7/02). A entidade, entre outras coisas, pede o cumprimento do acordo firmado com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de criação de uma subsecretaria de Radiodifusão Comunitária no Minicom.
Para o coordenador-executivo da Abraço, José Sóter, a criação de um departamento dedicado ao setor, ligado à Secretaria de Assuntos de Comunicação Eletrônica, como já prometeu Bernardo, é insuficiente. “No governo passado já havia a gerência de Rádio Comunitária, mas os problemas enfrentados pelas emissoras não eram resolvidos”, reclama.
Outro ponto da pauta pede a suspensão do arquivamento sumário de processos de emissoras que iniciaram suas transmissões que iniciaram suas transmissões antes de receberam as autorizações. “Isso vem acontecendo pela omissão do governo e do excesso de burocracia, além da falta de informações concretas do Minicom”, explica Sóter.
A entidade pede ainda que o Minicom crie uma comissão permanente de negociação visando o encaminhamento e resolução de problemas decorrentes da adoção de critérios excludentes e pelo aperfeiçoamento do serviço, com a meta de chegar a 2014 com 10 mil autorizações de rádios comunitárias. “Com essa meta, o Brasil terá o maior sistema de comunicação pública popular do mundo”, disse Sóter.
Segundo o coordenador-executivo da Abraço, o ministro Paulo Bernardo se comprometeu em estudar a pauta de reivindicações e marcar nova conversa em breve. “Só ele assumir a interlocução com a radiodifusão comunitária já será um avanço, porque não tivemos isso com os ministros anteriores”, disse Sóter. Confira no Observatório do Direito à Comunicação

MiniCom propõe plano inédito de outorgas para rádios comunitárias

O secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica, Genildo Lins Albuquerque, anunciou que o Ministério das Comunicações deve lançar ainda neste semestre, um Plano Nacional de Outorgas com o objetivo de tornar mais ágil o processo de autorização de rádio comunitária no país e universalizar o serviço.
Segundo o secretário, em 13 municípios do Brasil nunca foram lançados avisos de habilitação para o serviço de radiodifusão comunitária. Embora pareça pouco no total de 5.565 municípios, “não é razoável que isso aconteça”, declarou.
No país, atualmente há autorização para funcionamento de 4.200 emissoras de rádios comunitárias. O objetivo do governo é que todos os 5.565 municípios tenham pelo menos uma emissora. Para seguir essa diretriz apontada pela presidenta Dilma Rousseff, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, está promovendo algumas mudanças na estrutura do ministério, como a criação de uma coordenação-geral de radiodifusão comunitária dentro da Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica. A proposta de mudança já foi encaminhada e aguarda aprovação da Presidência da República.
Genildo Albuquerque esclareceu que o Plano foi elaborado a partir dos resultados obtidos com uma pesquisa inédita realizada pelo Ministério que resultou no mapeamento da distribuição das rádios comunitárias pelo país e identificou os principais obstáculos na outorga de novas.
O secretário lembrou que a Lei de Radiodifusão Comunitária (nº 9.612/98) completou 13 anos no sábado, 19 de fevereiro e este “é um bom momento para comemorarmos com o lançamento de um Plano que irá racionalizar e melhorar o processo de outorga de rádios comunitárias”, destacou.
A principal ação do Plano Nacional de Outorgas para alcançar essa cobertura é divulgar com antecedência um calendário com as datas dos futuros avisos de habilitação e as localidades que serão contempladas em cada um deles. Segundo o Assessor Especial da Secretaria Executiva, Octavio Pieranti, a idéia é que os interessados em operar o serviço possam se planejar, deixando toda a documentação necessária organizada. Isso evitaria atrasos e a necessidade de prorrogar os prazos dos avisos, o que acaba prejudicando a análise dos processos. O ministério ainda estuda se a periodicidade do calendário será anual ou semestral.
As manifestações de interesse na prestação do serviço continuarão a ser observadas. Além disso, serão observados critérios como a existência de canal do Plano Básico e a população da localidade. “As cidades serão definidas para atender de forma democrática todas as regiões, avançando na universalização do serviço de forma similar em todo o país”, afirma Octavio Pieranti.

Outras ações
Além da preocupação em agilizar e universalizar o serviço de radiodifusão comunitária, a Secretaria também outras ações para fortalecer o setor. Uma das propostas é fomentar o desenvolvimento de um software livre, disponível gratuitamente para download, para a gestão das emissoras de radiodifusão comunitária. A ferramenta traria facilidade tanto na parte administrativa quanto na organização da programação.
Além disso, o MiniCom vai promover ciclos de palestras, oficinas e cursos visando a capacitação dos radiodifusores comunitários, em parceria com emissoras públicas e outras entidades. Outra proposta, ainda em estudo, é disponibilizar gratuitamente um acervo de programação diferenciada e de qualidade para rádios comunitárias, por meio da articulação de iniciativas de diversos órgãos públicos que produzem esse tipo de conteúdo.
Octavio Pieranti ressalta que o Plano Nacional de Outorgas não necessitará de um novo marco legal para começar a ser implementado, pois trata apenas de políticas para agilizar e universalizar o serviço.

Entenda como funcionam os avisos de habilitação
Nestes 13 anos de Lei de Radiodifusão, o MiniCom publicou 31 avisos de habilitação, em uma média de três a quatro avisos nos últimos anos. O aviso de habilitação é o meio utilizado para tornar público o chamamento das entidades que desejem executar o serviço de radiodifusão comunitária em determinadas localidades. Permite a participação tanto das entidades que já manifestaram interesse em operar o serviço quanto daquelas que ainda não enviaram ao ministério o formulário de demonstração de interesse, disponível no site.
Após a publicação do aviso, as entidades têm um prazo para apresentar toda a documentação solicitada pelo ministério. A seleção é feita a partir da análise desses documentos. Depois de publicada a portaria de autorização, a entidade deve aguardar a emissão de uma licença de funcionamento para iniciar o serviço. Confira no Observatório do Direito à Comunicação

Operação da prefeitura apreende latas de spray de espuma no Saara

Fiscais encheram quatro caçambas de caminhonetes com as latas de espuma apreendidas. Foto: Bruno Gonzalez
Uma operação da prefeitura apreendeu, nesta terça-feira, mais de 3 mil latas de spray de espuma que estavam sendo vendidas no Saara, no Centro. Três lojas tiveram lotes da mercadoria recolhidos e receberam multa de R$ 2 mil cada.
A fiscalização foi realizada por agentes da Vigilância Sanitária, da Secretaria de Ordem Pública, Guarda Municipal e Polícia Militar. A solicitação partiu da Câmara de Vereadores e teve apoio da Associação de Blocos e Bandas Folia Carioca. O presidente da Folia Carioca, Ricardo Rabelo, comemorou o que, para ele, foi uma "vitória do carnaval do Rio". - Confira - Extra Online

Segurança na Alerj é reforçada após descoberta de escuta em gabinete de deputado

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Paulo Melo, determinou que o corpo de segurança da casa reforce a vigilância interna e limite a circulação de pessoas no Palácio Tiradentes e no prédio anexo, onde estão os gabinetes dos deputados. Hoje, todos os funcionários dos parlamentares têm livre acesso às salas o dia todo.
A medida foi decidida após a descoberta de uma escuta no gabinete do deputado estadual Alexandre José Adriano, o Xandrinho (PV), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. O aparelho foi descoberto durante a reforma da sala do parlamentar e tinha até microcâmera, como revelou Berenice Seara, na coluna "Extra, Extra!". - Confira - Extra Online

Banco de Dados de Nascimento e Óbitos vai facilitar a vida da população

O Tribunal de Justiça do Rio criou o Banco de Dados de Nascimento e Óbito, que entrará em funcionamento na próxima quinta-feira, dia 24. O objetivo do sistema é fornecer informações que permitam ao usuário localizar os registros de nascimento e de óbito sem precisar percorrer pessoalmente os quase 80 cartórios extrajudiciais espalhados pelo Estado do Rio. - Confira - Extra Online

Ingressos de setor popular da Sapucaí esgotam em 37 minutos

Nem bem teve início e já foi encerrada a venda dos ingressos para as arquibancadas populares da Marquês de Sapucaí para os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial. A venda teve início pelo telefone as 9h desta quarta-feira e terminou em menos de 40 minutos.
De acordo com a Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesa), os tickets para o setor 6 esgotaram em 25 minutos e para as arquibancadas do setor 13 acabaram em 37 minutos. Os ingressos custaram R$ 10.
O pagamento e a retirada dos ingressos acontecerão no próximo sábado, das 8h às 16h, no posto avançado da Central de Atendimento, que estará montado atrás do setor 11 do Sambódromo.
A Liesa ressalta que somente a própria pessoa que fez a reserva poderá retirar os ingressos, portando o CPF. Caso o pagamento não seja efetuado neste dia, o folião perde a reserva e o ticket será colocado novamente à venda. O DIA ONLINE - CONFIRA

"Quando é preto a gente desconfia”

Um menor que sofreu constrangimento em um supermercado em Patos de Minas (MG) deve receber reparação no valor de R$ 10 mil. A decisão é da 13ª Câmara Cível do TJ de Minas Gerais.
O menor R., representado por sua mãe, conta que em abril de 2006, estava no Supermercado Assim Ltda. olhando os preços dos produtos quando percebeu que um funcionário o seguia. Ele afirmou que no momento em que colocou a mão no bolso para conferir quanto tinha de dinheiro, foi surpreendido por um funcionário “que disse em voz alta, clara e em bom tom que ele havia furtado produtos do estabelecimento”.
R. contou que, em seguida, foi revistado, e mesmo não tendo sido encontrado com ele qualquer produto furtado, foi expulso do estabelecimento comercial. “Diversas pessoas que se encontravam no supermercado presenciaram a deprimente cena, acreditando houvesse algum furto naquele momento”, destacou.
A mãe de R. contou que após ouvir o relato do filho dirigiu-se ao supermercado e ouviu do funcionário que “agiu por precaução, visto ser comum a ocorrência de furtos em supermercado praticados por jovens da idade de R.”. A mãe diz que ficou ainda mais “chocada” porque “o funcionário do supermercado ainda teve o disparate de dizer que quando é preto a gente desconfia”.
O Supermercado Assim alegou que R. chegou ao local acompanhado de outro adolescente e que “após longa demora em pesquisar/procurar os produtos que porventura queriam adquirir, um funcionário do supermercado, querendo auxiliá-los, perguntou no que poderia ajudar”. E acrescentou que o garoto “sem qualquer razão indagou ao funcionário se este estava pensando que ele queria furtar alguma coisa no estabelecimento, levantando sozinho a própria blusa e saindo em seguida”.
O responsável pelo supermercado ainda afirmou que por se tratar de um sábado, depois das 19h, não havia muitas pessoas no local.
O MP manifestou que o pedido não devia ser acolhido porque entendeu que o ato ilícito não foi devidamente comprovado. Assim também entendeu o magistrado de 1ª Instância, que indeferiu o pedido de R.
No TJ de Minas Gerais, o relator do caso, desembargador Luiz Carlos Gomes da Mata ressaltou que não lhe parece crível que “todas as testemunhas – funcionárias – do supermercado, embora não suspeitassem de R., a tudo presenciaram, de forma extremamente idêntica, exatamente no instante da abordagem”.
O decisão salientou que uma única testemunha relatou melhor os fatos “com riqueza de detalhes, informando acerca da revista feita em R. por um funcionário do supermercado e apontando o exato local dos fatos”. Foi observado ainda que “mesmo sendo o supermercado possuidor de câmeras em seu interior que registram a movimentação dos fregueses, essa prova visual não foi produzida nos autos pelo supermercado”.
Com estas observações, entendeu que "a abordagem e a revista sobre um adolescente, menor, desacompanhado do responsável legal e sem a presença de autoridade competente, atenta contra a integridade psíquica e contra a preservação da imagem”. Por isto, condenou o supermercado ao pagamento de reparação por danos morais no valor de R$ 10 mil.
Atuam em nome do autor os advogados Giovani Reis de Oliveira Ferreira e Clarice Maria Cunha. (Proc. nº 0840661-59.2006.8.13.0480 - com informações do TJ-MG)
Fonte: Espaço Vital - www.espacovital.com.br - 22/02/2011

Profissão de assistente pessoal ganha força e clientes no Brasil

Você já pensou em contratar alguém para pagar suas contas, fazer as compras do supermercado, organizar o orçamento doméstico e tantas outras coisas chatas do dia a dia? Essa profissão, que já existe há muito tempo lá fora, começa a ganhar força e clientes no Brasil. É o assistente pessoal.
O que pediria para ser feito para si? A resposta é rápida: “Banco, correio, tudo que tivesse fila”, diz uma mulher.
Uma agência no Rio de Janeiro passou a oferecer o serviço há um ano. O valor mínimo de um pacote custa R$ 500 por mês. Mas no interior de São Paulo e Minas Gerais, a mordomia de ter um assistente pessoal pode sair por R$ 100 por mês.
“Estou ligando, Fernanda, para verificar a questão da sua lista de supermercado desse mês, se vão continuar os mesmos itens. Vai continuar com a mesma listagem? Não acrescenta nada?”, pergunta a assistente pessoal Liliane Silva.
Liliane conversa com uma das clientes sobre as compras da casa. É um trabalho que na maioria das vezes é resolvido por telefone ou por e-mail.
“Agendar coisas como médicos, problemas simples como telefonia. Cotação para preço de reforma da casa também estão pedindo muito isso”, conta a assistente pessoal Liliane Silva.
A ideia nasceu de uma necessidade de Roberta Rizzo, dona da agência. Trabalhando como empresária, ela não conseguia tempo para cuidar dos afazeres de casa e achou que uma ajuda seria preciosa.
"A gente está poupando o tempo para esse cliente, o tempo não tem para comprar em uma loja. Então, a gente vende o nosso para ajudar nos problemas deles”, justifica a empresária Roberta Rizzo.
Imagine uma mulher grávida de sete meses do primeiro filho e com recomendação médica de fazer repouso absoluto em casa – e o quarto do bebê ainda está bastante incompleto. Essa mulher com certeza precisa de ajuda. A consultora financeira Maria Claudia Galvão soube do serviço por uma amiga e não pensou duas vezes antes de contratar.
“Eu preciso de tranquilidade. Tendo uma pessoa assim, de empresa séria e de confiança, que consiga resolver os problemas, fica mais tranquilo”, diz a consultora financeira Maria Cláudio Falcão.
Nesse caso, a assistente pessoal Michele Almeida precisa ir várias vezes na casa da cliente, o que não encarece o pacote. Ela fez o orçamento e as compras de todos os móveis do quarto. A missão agora é organizar o chá de bebê. “Eu sou os olhos dela na rua já que ela não pode ir à rua eu vou à rua para ela e faço tudo dentro da escolha dela”, conta Michelle. Bom Dia Brasil - Confira

Saiba o que fazer com cartões que chegam, mas não foram solicitados

O Sindicato dos Bancários diz que esta é uma estratégia comum das operadoras de cartão de crédito. “Eles mandam uma grande quantidade de cartões para as pessoas e, se eles conseguirem algum percentual desses cartões ativados, já compensaria esse tipo de prática, embora seja uma prática abusiva", explica Gustavo Machado Tabatinga Jr., diretor do Sindicato dos Bancários em Fortaleza.

O Código de Defesa do Consumidor não permite o envio ou entrega de qualquer produto sem solicitação prévia do consumidor. A dúvida é o que fazer ao receber o cartão que não foi pedido.
“Eu devolvi. Mandei de volta para banco", contou uma senhora. "Como eu não tinha pedido eu cortei o cartão, liguei para empresa e cancelei", conta a servidora pública Soarya Gericó Alves Gaspar.
Algumas entidades de defesa do consumidor aconselham a tirar uma cópia do cartão, destruí-lo e enviar uma carta à administradora informando que não tem interesse. Mas, se preferir, o consumidor pode simplesmente guardar o cartão com o cuidado de não desbloqueá-lo para se prevenir de uma futura cobrança.
"Se houver qualquer cobrança referente à anuidade ou qualquer outra taxa devido ao envio daquele cartão, ele deve imediatamente se dirigir a um órgão de defesa do consumidor levando o cartão, de preferência com aquela tarja de bloqueio, e demonstrar, através da fatura, que ela se refere àquele cartão que não foi utilizado", afirma João Ricardo Vieira, secretário da Defesa do Consumidor de Fortaleza.
A secretária Liduina Maria Rabelo Alves ainda guarda cartões bloqueados que recebeu sem pedir. Tem uma pequena coleção deles. Mas, cuidadosa com as despesas, nem pensa em utilizá-los. "É aquela história do ‘Se colar, colou’. Tem gente que manda, de repente você pega um cartão desse e usa. Às vezes não está nem precisando, mas está lá. Tem gente que vai e usa", aponta. Bom Dia Brasil - Confira

Saiba o que é a Central de Alertas

O objetivo é resgatar numa versão mais atualizada a Central Campinarte de Notícias que funcionava como uma especie de catalisadora dos acontecimentos do mundo inteiro.
Através da Central de Alertas nossas publicações terão suas rotinas bastante agilizadas porque a mesma mostra em tempo real tudo o que é publicado na Internet.
Diga-se de passagem que esse serviço não só auxiliará as nossas publicações como também aqueles que nos acompanham na rede.
Os assuntos mais relevantes serão repassados pela Central de Alertas: política, educação, saúde, esporte, arte, cultura, etc.
A Central de Alertas é mais um avanço (ou melhor) a retomada de uma ferramenta que tenho certeza será de grande ajuda para os nossos leitores.
Resumindo: continuamos trabalhando para que nossas publicações sejam no mínimo úteis.
Grato pela atenção - Huayrãn Ribeiro - Acesse / Central de Alertas

22 de fev de 2011

Pagar o mínimo do cartão pode transformar dívida em 'bola de neve'

Apesar de ser uma proposta tentadora, pagar o mínimo do valor total da fatura do cartão de crédito não é a melhor opção. Após o pagamento do mínimo da dívida, a diferença volta na fatura seguinte, porém com acréscimo de juros e correções que podem variar de 14% a 15% ao mês. Quem dá as dicas é o defensor público da área civil, Fábio Rombi.
Segundo ele o que parece simples pode se tornar um grande problema na situação financeira do cidadão. “Esse tipo de pagamento pode fazer com que a dívida se transforme em uma bola de neve e o credor não consiga pagar”, explica o defensor.
Outro fator preocupante, segundo ele, é que além do valor acrescentado em juros existe ainda a fatura do mês seguinte. “Se eu fiz uma compra parcelada, o valor do parcelamento e o valor que eu deixei de pagar corrigido estará programado para a minha próxima fatura, ou seja, o valor pode até dobrar”, diz Rombi.
O defensor explica que nesses casos a melhor opção é se organizar para que o pagamento da fatura do cartão de crédito esteja nos pagamentos considerados como prioridade. “Quando a situação apertar o cidadão deve dar prioridade as dívidas que se não forem pagas, terão o maior acréscimo de juros, como é o caso do cartão”. Leia a matéria completa

Prefeito de Manaus bate boca com moradora e sugere: ‘Então, morra’

Em Manaus, o prefeito Amazonino Mendes foi visitar uma área de risco, onde uma mulher e duas crianças morreram soterradas no fim de semana. Uma moradora disse que não tinha para onde ir, e o prefeito reagiu.

Moradora: Mas nós estamos morando aqui, prefeito, porque nós não temos condição de ter uma moradia digna.
Prefeito: Minha filha, então, morra. Morra. Minha filha, não fale besteira. Minha filha, não diga besteira, não diga besteira. Você é de onde?
Moradora: Eu moro aqui...
Prefeito: Você é de onde?
Moradora: Eu sou do Pará.
Prefeito: Então, pronto. Está explicado.

Horas depois, o prefeito Amazonino Mendes falou sobre o episódio.

“Houve um grande mal-entendido, porque na verdade fui para lá salvar vidas e cumprir o meu dever. Fui lá ver o problema, e é natural ver as pessoas em áreas de risco, elas podem morrer. Aí uma moradora desavisada discutiu sob o aspecto de não sair de lá. Então, eu disse: ‘Morra’. A senhora pode morrer. É a mesma coisa, é a mesma expressão. Quando eu perguntei: ‘De onde você é?’, por que eu fiz a pergunta. Vocês vão já me entender. Ela disse que veio do Pará e eu disse ‘Está explicado’, porque não é o Pará. É Roraima, Pará, Maranhão... Quem não é de Manaus e vem para cá, é uma cidade complexa e diferente, e ficam fazendo habitações em lugares impróprios. Nós estamos cheios desse tipo de problema. Não foi discriminação, não tem nada disso”, declarou. Bom Dia Brasil - Confira

Combate ao crack, uma das prioridades do governo da presidente Dilma Rousseff


Na última semana, 49 centros regionais de referência foram implantados em universidades federais para formar profissionais capazes de atender e acompanhar os dependentes da droga. A presidenta Dilma Rousseff disse, durante o programa Café com a Presidenta, que a meta é capacitar perto de 15 mil nos próximos 12 meses. E afirmou que a intenção é trabalhar em três pontas. Primeiro, a prevenção nas escolas e famílias. Outra é o tratamento das vítimas. E por último, o enfrentamento ao tráfico.

Réu no mensalão comanda a CCJ

Ana Paula Siqueira / Um dos réus do esquema do mensalão, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) passou a presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ). Isso só foi possível graças a um acordo da bancada do PT, que prevê o revezamento de Cunha com Ricardo Berzoini (PT-SP) na presidência da CCJ a partir do próximo ano.

O escândalo do mensalão veio à tona após reportagem do JB revelar o esquema, em setembro de 2004.
A CCJ é a mais cobiçada do Legislativo. Todas as propostas têm que passar por ela para verificar a constitucionalidade da matéria, o que confere grande poder a quem a preside.
No processo que corre no Supremo Tribunal Federal (STF), João Paulo Cunha responde a acusações de peculato, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, crimes que ele nega ter cometido. Jornal do Brasil - Confira

Carnamar foi destaque pré-carnavalesco no fim de semana

Carnamar agita fim de semana pré-Carnaval
A manhã do último domingo foi festiva em Paraty. O Carnamar abriu a programação carnavalesca de 2011 com uma animada procissão marítima de cerca de uma hora encerrada na Praia Vermelha (eeja abaixo a galeria de fotos de autoria de Marcos Modesto, da Folha do Interior). O evento é uma promoção da Secretaria Municipal de Turismo, com apoio da Capitania dos Portos, Defesa Civil e Corpo de bombeiros. Cerca de 230 pessoas estiveram envolvidas na produção do evento. Jornal do Brasil - Confira

Concer recupera pavimento no km 110 da BR-040, em Caxias

Um serviço de recuperação do pavimento em Duque de Caxias, realizado pela Concer, deixa a BR-040 parcialmente interditada entre os kms 110 e 109, na pista sentido Petrópolis. O trecho está sinalizado, mas ainda assim exige atenção redobrada dos motoristas.
Também em Caxias, prossegue a obra de alargamento das pontes sobre o Rio Iguaçu, no km 115, na mesma pista do sentido Petrópolis. No local, a rodovia opera com duas faixas e uma pista reversível.
A interdição do Viaduto Lobo Junior, na Penha, continua provocando retenções na BR-040 para quem se dirige à Linha Vermelha e à Avenida Brasil. A retenção começa a partir do km 119.
Em Areal, a pista sentido Juiz de Fora opera em mão dupla por um trecho de 800 metros do km 43. Já em Três Rios, há meia pista no km 34, sentido RJ, para obra emergencial. Jornal do Brasil - Confira

21 de fev de 2011

Aquarela Campinarte – Hinos dos Estados Brasileiros (parte1)

Faremos uma pequena viagem por esse Brasil através dos hinos de seus estados. Penso ser o melhor catalisador das características e do sentimento de cada povo de cada estado desse imenso país. Através desses hinos podemos sentir a real pulsação daqueles que verdadeiramente amam seus irmãos, sua terra, suas belezas naturais, enfim, Aquarela Campinarte tem como meta apresentar a essência de cada estado brasileiro através de seus hinos.
Esse programa é dedicado a Vilma Giuseppe (foto) – uma paraibana que serviu de inspiração para a criação desse programa - AQUARELA CAMPINARTE.
Na seqüência ouviremos: Hino de Minas Gerais / Hino do Espírito Santo / Hino do Pará / Hino da Bahia / Hino da Paraíba

Minha Casa, Minha Vida dá origem a onda de novos empreiteiros

O programa habitacional do governo, Minha Casa, Minha Vida, acabou estimulando uma legião de empreiteiros independentes, informam Sheila D'Amorim e Larissa Guimarães em reportagem na Folha deste sábado (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).
Nas estatísticas da Caixa, esses novos empreiteiros são classificados como "financiamentos a pessoas físicas", porque os construtores usam dinheiro próprio para tocar os projetos e quem se endivida no banco oficial são os compradores. Em nove meses, a quantidade de imóveis financiados pela Caixa nessa linha quase triplicou. Em março de 2010, eram 80.389 contratos. Em dezembro, 217.542.
Como os novos empreiteiros não tomam financiamentos na Caixa para construir, ficam livres de fiscalização durante as obras, mas também se beneficiam dos subsídios oficiais.
Parte deles, porém, não vem cumprindo os padrões exigidos nas demais linhas do programa. Resultado: meses após a entrega, as casas apresentam infiltração, mofo, alagamento e rachaduras.
  Sérgio Lima/Folhapress 
  Casas não possuem os requisitos básicos do programa; faltam muros separando as casas em cidade de Goiás
Casas não possuem os requisitos básicos do programa; faltam muros separando as casas em cidade de Goiás.
Fonte: Folha Online - 19/02/2011 / Confira - clique aqui

Fraudes proliferam e assustam o mercado (por Vânia Cristino)

Golpistas inundam a praça com garantias falsas a empréstimos. O BC adverte os clientes para desconfiarem de facilidades.

Todo mundo já ouviu falar de golpes aplicados na praça. Você já pode ter caído em um ou, quem sabe, se lembra de um amigo ou familiar que tenha sido vítima de alguém simpático, com muita lábia, que vende até terreno na Lua.
Simplórios ou não, seu objetivo é sempre ganhar dinheiro sem esforço. Ultimamente, o mercado vem sendo surpreendido com uma armação um pouco mais sofisticada: cartas-garantias com selos, carimbos, assinaturas e tudo o mais que possa dar veracidade ao papel, inclusive textos em duas línguas — inglês e português. Parece tudo certo, mas não passa de falsidade.
Cartas-garantias ou fianças bancárias são modalidades de garantia ao credor fornecidas por instituições financeiras. Com elas, o cliente, pessoa física ou jurídica, consegue crédito nos bancos.
Só que o mercado está inundado desse tipo de documento falso, com valores astronômicos, vendidos a quem precisa de empréstimo. O preço de uma carta cobrindo um financiamento milionário custa R$ 10 mil, por exemplo.
O comprador se encaminha a uma instituição financeira com a suposta garantia, mas não consegue fechar a operação. Aí, já é tarde. Quem a vendeu já deu no pé.
Fonte: Correio Braziliense - 20/02/2011 Confira - clique aqui

Colunista deve pagar R$ 100 mil à filha do ex-presidente Lula

O ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), majorou o valor de indenização por danos morais a ser paga pelo colunista Gilberto Luiz di Pierro, conhecido como “Giba Um”, à Lurian Cordeiro Lula da Silva, filha do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. O colunista publicou em seu site diversas notícias consideradas “de forte carga valorativa” sobre Lurian e o ex-prefeito da cidade de Blumenau (SC) Décio Nery de Lima. A indenização passa de R$ 10 mil para R$ 100 mil. Leia a matéria completa

Hino do Estado da Paraiba

Ronaldinho Gaúcho no ensaio da Grande Rio


 O Bom Dia Brasil prepara uma série de reportagens com as paradinhas das escolas de samba do Rio de Janeiro, que vai ao ar na semana do carnaval. Mas no domingo (20, quando a equipe de reportagem filmava a Grande Rio, do Mestre Ciça, foi surpreendida por uma visita.
É que depois do jogo em que o Flamengo derrotou o Botafogo e chegou à final da Taça Guanabara, Ronaldinho Gaúcho deu – ele mesmo — uma paradinha na Marques de Sapucaí.
"É uma escola onde tenho muitos amigos, que nunca me deixaram faltar um pingo de carinho quando eu vinha ao Rio de Janeiro. Nunca me senti tão Grande Rio como no dia de hoje", disse o craque.
No vídeo, o que você vê é uma pequena amostra do que vai ser o especial ‘Paradinhas’ do Bom Dia Brasil. Bom Dia Brasil - Confira tudo

Ensaio do Monobloco leva 3,5 mil pessoas para a Lapa

Em clima de carnaval, o Monobloco levou 3.500 pessoas para a Fundição Progresso, na Lapa, centro do Rio de Janeiro, na madrugada deste sábado (19), para o seu primeiro ensaio rumo à folia. Composto basicamente por jovens, o público lotou o local e não parou de pular enquanto o grupo de percussão tocava vários ritmos nacionais, principalmente samba, marchinhas e canções da MPB.
A bateria do Monobloco mostrou estar bem ensaiada, realizando algumas paradinhas ao longo da apresentação. Os ritmistas tocavam instrumentos como surdos, caixas, repiques, tamborins, agogôs e cuícas. Jornal do Brasil - Carnaval 2011 - Confira

Choque de Ordem prende 80 mijões durante o desfile dos blocos pré-carnavalescos no fim de semana

A operação Choque de Ordem realizada neste fim de semana por agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop), com apoio de guardas municipais, durante o desfile pré-carnavalesco dos blocos de rua do Carnaval 2011, prendeu 80 mijões (sendo um estrangeiro) que urinavam na rua. Todos os detidos foram levados para a 14ª DP (Leblon). Durante a fiscalização, 132 veículos foram rebocados e 392 multados por estacionamento irregular ao longo da orla do Leblon até Ipanema. Jornal do Brasil - Carnaval 2011 - Confira

Bloco arrasta multidão de foliões pela orla do Leblon, na Zona Sul do Rio

Bloco Me Esquece (Foto: Fabio Motta/AE)
Multidão de banhistas e foliões acompanha a passagem do bloco 'Me Esquece', neste domingo (20), pela Avenida Delfim Moreira, na orla do Leblon, na Zona Sul do Rio (Foto: Fabio Motta/AE)
Cariocas aproveitaram dia de sol para curtir praia e folia pré-carnavalesca.
'Me Esquece' animou banhistas no 1º domingo após fim do horário de verão.
Bloco Me Esquece (Foto: Fabio Motta/AE)
Grupo animado de foliãs deixou o mar de lado para brincar no bloco neste primeiro domingo depois do fim do horário de verão (Foto: Fabio Motta/AE)

Alerj não tem controle sobre como deputados usam créditos de auxílio-combustível

Carros estacionados em frente a Alerj./ Foto: Hudson Pontes / Agência O Globo.
Faça chuva ou faça sol, tenha a semana mais ou menos sessões deliberativas — não importa. O gasto da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) com o auxílio-combustível dado aos deputados é praticamente igual e não há controle sobre como o benefício é utilizado, revela reportagem de Fábio Vasconcellos, publicada na edição do GLOBO desta segunda-feira. A cada ano, a Casa paga cerca de R$ 2,6 milhões para abastecer os 70 veículos que servem aos parlamentares, mas não tem como saber se a gasolina foi mesmo parar no tanque dos carros oficiais. Criado em 2003, o sistema usado — um cartão com crédito mensal de 1.150 litros (R$ 3 mil) e que é entregue aos parlamentares — não identifica onde foi parar o produto. Resultado, os deputados — que receberam este ano 35 novos Boras (ao custo R$ 2 milhões) para substituir os antigos — podem utilizar o benefício como bem entender. Para se ter uma ideia, na média, o crédito permite que eles rodem por dia até 300 quilômetros — uma viagem do Rio a Taubaté, em São Paulo (306 quilômetros). - Confira no Extra Online

CAT oferece 420 vagas temporárias para a época do carnaval no Rio

A Central de Apoio ao Trabalhador (CAT-RJ) está oferecendo um total de 420 vagas temporárias para a época do carnaval. São 350 vagas de atendente e supervisor para o setor de alimentação, 60 para digitação e 50 de auxiliar de limpeza no Sambódromo. Para se candidatar a uma vaga de atendente ou supervisor, o trabalhador deve ter idade entre 18 e 35 anos.
Além disso, a CAT também oferece oportunidades no Sambódromo para a terceira idade: são 20 vagas para trabalhadores com idade entre 65 a 80 anos.
Fora as vagas temporárias de carnaval, a CAT-RJ oferece um total de 7.452 vagas para trabalhadores no Rio de Janeiro, sendo 137 para portadores de deficiência. Confira a lista completa:

Administração / Escritório - 48 vagas (sendo 8 para portadores de deficiência)
Alimentação / Restaurante – 1.064 vagas
Automotiva - 102 vagas (sendo 2 para portadores de deficiência)
Comércio / Vendas - 350 vagas
Construção Civil - 123 vagas
Design / Designer Gráfico - 3 vagas (sendo 1 para portadores de deficiência)
Educação - 5 vagas
Eletroeletrônica - 301 vagas
Eletromecânica - 54 vagas
Informática - 40 vagas
Metalúrgica - 23 vagas
Moda / Vestuário - 64 vagas
Recursos Humanos - 1 vaga
Saúde - 2 vagas
Segurança - 202 vagas
Serviços – 2.438 vagas (sendo 47 para portadores de deficiência)
Telemarketing / Atendimento – 1.952 vagas (sendo 43 para portadores de deficiência)
Transporte / Logística - 680 vagas (sendo 36 para portadores de deficiência)

Para se inscrever a qualquer uma das vagas, o trabalhador deve comparecer à Rua Chaves Faria 260, em São Cristóvão, tendo como referência o Largo da Cancela, e apresentar carteira de trabalho, identidade, CPF e Cartão do PIS. O horário de atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sexta. Mais informações pelos telefones (21) 2589-7829 (para trabalhadores) e 2589-7730 (para empregadores).

A CAT-RJ ressalta ainda que “o total de vagas pode sofrer alterações, de acordo com a inserção de vagas e de trabalhadores no mercado de trabalho”. G1 - Confira

20 de fev de 2011

Olaria vence e está na final do Torneio Washington Rodrigues

Na segunda semifinal do Torneio Washington Rodrigues, melhor para o Olaria. Neste domingo, o time da Rua Bariri derrotou o Nova Iguaçu por 3 a 1 e se classificou para a final do Torneio Washington Rodrigues, contra o Resende, no próximo domingo. Saiba mais / federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro

Veja imagens inusitadas de animais brigando por comida

Pássaros tentam roubar noz de cão-da-pradaria. (Foto: Tad Arensmeier/Barcroft Media/Getty Images)
Pássaros tentam roubar noz de cão-da-pradaria em zoológico de St. Louis, nos EUA. A imagem foi feita em setembro de 2010. (Foto: Tad Arensmeier/Barcroft Media/Getty Images)G1 - Clique aqui

Ministério nega irregularidades no programa Segundo Tempo

O Ministério do Esporte negou irregularidades no programa Segundo Tempo apontadas em reportagem publicada na edição deste domingo do jornal "O Estado de S. Paulo".
De acordo com o jornal, o projeto distribuiu no ano passado R$ 30 milhões a entidades parceiras, responsáveis por implantar núcleos esportivos em várias cidades. Mas, segundo a reportagem, muitos desses núcleos não existem. G1 - Saiba mais

Jovem morre ao cair de trio elétrico de bloco na Zona Sul do Rio

Uma jovem de 21 anos morreu na tarde deste domingo (20) ao cair do trio elétrico de um bloco de rua em Copacabana, na Zona Sul do Rio. De acordo com a assessoria do bloco "Ensaio Geral", o trio elétrico passava pela Avenida Atlântica, na altura do Hotel Copacabana Palace, por volta das 15h20, quando a foliã se desequilibrou e caiu do alto do trio, batendo com a cabeça no chão.
Ela chegou a ser encaminhada ao Hospital Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos. G1 - Saiba mais