Vídeos

Notícias - Google Notícias

CINEMA / Filmow - Notícias Populares

ESTE BLOG É INDEPENDENTE - NÃO RECEBE (E NEM QUER) SUBVENÇÃO DE QUALQUER PREFEITURA, GOVERNO DE ESTADO E MUITO MENOS DO GOVERNO FEDERAL - NÃO SOMOS UMA ONG OU FUNDAÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU CENTRO CULTURAL E TAMBÉM NÃO SOMOS FINANCIADOS POR NENHUM PARTIDO POLÍTICO OU DENOMINAÇÃO RELIGIOSA - NÃO SOMOS FINANCIADOS PELO TRÁFICO DE DROGAS E/OU MILICIANOS - O OBSERVATÓRIO COMUNITÁRIO É UMA EXTENSÃO DO CAMPINARTE DICAS E FATOS - INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS - GRATO PELA ATENÇÃO / HUAYRÃN RIBEIRO

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sábado, 23 de julho de 2011

Huayrãn Ribeiro / Informação, educação e propaganda

Eu não posso deixar de tocar novamente no tema informação.
Informação seja no campo jornalístico, seja na educação ou nas propagandas. Algumas pessoas equivocadamente atribuem o atual estado de desinformação de grande parte da população à falta de informação. Não existe carência de informação, não falta informação, o que na verdade falta é interesse pela informação. O que falta é interesse por grande parte da população pela informação.
A grande questão é como fazer as pessoas se interessarem pela informação.
Muitas pessoas não se interessam pela informação porque não aprenderam a refletir sobre a importância da informação. Refletir sobre (principalmente) a exatidão da informação.
Existe uma maneira de se verificar a exatidão das informações. Eventos atuais, citações e histórias da vida real podem ser úteis ao ilustrar e esclarecer a aplicação de certos pontos. Como pode ter certeza de que são exatos?
Uma maneira é por extrair essas informações de fontes confiáveis. Não se esqueça de verificar se a informação é atualizada, pois as estatísticas se tornam obsoletas; as descobertas científicas são rapidamente ultrapassadas e, à medida que o homem aumenta seu entendimento da História e de línguas antigas, certas conclusões precisam ser revistas.
Se estiver pensando em usar informações de jornais, televisão, rádio, correio eletrônico ou Internet, tenha muito cuidado! Pergunte-se: ‘Essa fonte é reconhecida como confiável? A informação pode ser confirmada por outros meios?’ Se duvidar da autenticidade de uma informação, descarte-a.
Além de verificar a confiabilidade das fontes, estude cuidadosamente como usar a informação. Certifique-se de usar citações e estatísticas em harmonia com o contexto do qual foram extraídas. Por exemplo, no esforço de expressar-se com veemência, cuide para que “algumas pessoas” não se transforme em “a maioria das pessoas”, nem “muitas pessoas” em “todas as pessoas”, e que “em certos casos” não se transforme em “sempre”. Superdimensionar assuntos ou exagerar informações envolvendo cifras, extensão ou gravidade de determinado fato põe em dúvida a credibilidade de quem as divulga.
Não confunda educação e propaganda.
HÁ UMA diferença — uma grande diferença — entre educação e propaganda. A educação nos ensina como pensar; a propaganda nos diz o que pensar. Os bons educadores apresentam todos os lados de um assunto e encorajam o debate; os propagandistas obrigam-nos a ouvir seu ponto de vista e desencorajam a discussão. Às vezes, ocultam seus verdadeiros objetivos. Eles peneiram os fatos, explorando os que lhes são úteis e ocultando os outros. Também distorcem e deturpam os fatos, especializando-se em mentiras e meias-verdades. Seu alvo são as emoções, não o raciocínio lógico.Os propagandistas se asseguram de que a mensagem pareça certa e moralmente aceitável e que faça você se sentir importante. Eles querem fazê-lo acreditar que você é um dos espertos, que não está sozinho, que está tranqüilo e seguro.Basta seguir algumas dicas básicas e você estará apto a refletir sobre essa problemática da informação, a problemática do que é educação e propaganda: seja seletivo; use de discernimento; avalie as informações; faça perguntas; não siga a multidão.São dicas que se forem seguidas à risca farão de você um leitor muito mais consciente sobre informação, educação e propaganda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.